Volta às aulas no DF está prevista para o próximo dia (29)

A partir de 29 de junho, com acesso para todos e a obrigatoriedade da freqüência

As aulas vão acontecer a distância e já podem ser acessadas por meio da internet e da TV aberta; a data do retorno das aulas presenciais ainda não foi divulgada

Por Cláudio Ulhoa

Suspensas desde o início de março, as aulas na rede pública do Distrito Federal devem voltar no próximo dia 29 de junho. Isto porque o secretário de Educação do DF, João Pedro Ferraz, em vídeo postado na internet na noite de ontem (3), explicou sobre tal decisão. De acordo com o secretário, inicialmente o retorno se dará por ensino a distância, através de aulas por meio da televisão – em canais aberto – e da internet. Os estudantes que não tiverem acesso a esses recursos, poderão obter o material de estudo no formato impresso. As presenças, no entanto, serão feitas pelos professores através das atividades dadas aos estudantes.

Para participar deste sistema de ensino a distância, é preciso que estudante e professores se cadastrem na plataforma Google Sala de Aula. A partir daí eles passam a ter acesso todo conteúdo que será produzido pelos professores, que retorno às atividades a partir de amanhã (5). É importante lembrar que este cadastramento já é possível de ser feito pelo público do ensino médio e do fundamental II. Clique aqui para ver como.

“Atualmente, também são transmitidas aulas pela televisão para todas as etapas e modalidades pela manhã, em duas emissoras, e à tarde, em uma emissora. O planejamento da Secretaria inclui transmissão em quatro emissoras, nos três turnos”, informa a Secretaria de Educação.

Ao todo são 456 mil alunos que devem retornar às aulas no dia (29). Cerca de 4.934 professores do Ensino Fundamental já estão cadastrados na plataforma virtual para atuar na nova modalidade de ensino. Para os estudantes, as aulas de forma coordenada já poderão sem iniciadas já no dia 22 de junho, porém nesta data ainda não será cobrada a presença, que passará ser obrigatória somente a partir de (29).

As aulas retornam de forma não presencial, com frequência contada e acesso gratuito à plataforma

Até esta terça-feira (2), mais de 240 mil estudantes se conectaram à plataforma. Quase 38 mil são alunos de escolas do Gama, seguidos por Taguatinga (32 mil) e Ceilândia (30 mil).

“Todas as ações desenvolvidas deverão estar em alinhamento com o Plano de Validação das Atividades Pedagógicas não Presenciais, aprovado pelo Conselho de Educação do Distrito Federal nesta terça-feira (3). O detalhamento aos gestores, professores e demais servidores sobre o retorno das atividades não presenciais será definido através de Portaria, a ser publicada nesta semana no Diário Oficial do DF”, garante a Secretaria de Educação.

Escola em Casa DF

O retorno das aulas presenciais nas escolas públicas do DF ainda não foi feito. Para que alunos não fiquem prejudicados com a falta de aula, a Secretaria de Educação lançou o programa Escola em Casa DF para que estudantes tenham acesso aos conteúdos pedagógicos. Transmitido também pela TV aberta, o programa disponibiliza as aulas pela TV para todos os estudantes da Educação Básica da rede pública. A plataforma tem ainda salas de aula virtuais e material físico pedagógico (impresso, livro didático) aos alunos sem acesso à internet;

Nela também os estudantes podem ter acesso canais de comunicação para atendimento remoto com os demais membros da comunidade escolar.

Uma das formas de assistir as teleaulas é sintonizar nos canais da TV Justiça 53.1 e 53.2 da TV Justiça.

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui