Vice-governador Paco Britto visita obras do Novo hospital acoplado de Samambaia

O hospital acoplado ao HRSAM terá 70 leitos para pacientes com covid-19

 A unidade está sendo construída em parceria entre o poder público e empresas privadas do DF; previsão de entrega da unidade é para o final de maio

Por Cláudio Ulhoa

O vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto (Avante), esteve, nesta manhã (23/4), no Hospital Regional de Samambaia (HRS) para conferir as obras da unidade hospitalar acoplada ao HRS que irá atender exclusivamente pacientes com covid-19. Ao todo, serão 100 leitos com respiradores para dar suporte no atendimento desses pacientes e, depois que passar a pandemia, servirá à população para fins diversos.

Nós temos satisfação de dar à população, junto com o empresariado, esse hospital, que é um hospital diferenciado e que ficará como legado, como aconteceu com o hospital de Ceilândia que está funcionado até hoje”, disse Paco Britto.

O hospital acoplado de Samambaia foi construído com apoio do poder público, do empresariado local e do Instituto do Banco de Brasília. As empresas hospitalares da rede particular participaram com R$ 4 milhões e também doaram ainda dez leitos de UTI. Já o Comitê Todos Contra a Covid-19, cujo presidente é Paco Britto, doou mais R$ 2 milhões e o Instituto BRB, R$ 3 milhões, totalizando os R$ 9 milhões.

O vice-governador Paco Britto visitou as obras do hospital nesta manhã (23) junto com o secretário de Saúde, Osnei Okumoto

“É um gesto importante da iniciativa privada, que está ajudando o governo e a população do DF. Eu, como coordenador do Comitê Todos Contra a Covid-19, agradeço ao grupo Ímpar, à Rede D’Or e ao Instituto BRB essas doações que viabilizam a construção do hospital acoplado de Samambaia”, lembra Britto.

O hospital funcionará sob contrato de duração de 180 dias. Caberá à empresa contratada para gerir o espaço oferecer serviços de gestão integrada de leitos hospitalares, com suporte ventilatório pulmonar e terapia renal substitutiva beira-leito.

“Sairemos dessa pandemia muito mais fortes do que entramos, com amor ao próximo, com autoestima, mostrando que o que fizemos são compromissos assumidos, e não promessas de campanha”, garante o vice-governador.

A visita à unidade hospitalar também foi acompanhada pelo secretário de Saúde, Osnei Okumoto, Osnei Okumoto, o diretor do Hospital Regional de Samambaia, Ruiter Arantes, o presidente do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa e o superintendente de saúde da região Sudoeste, Luciano Gomes Almeida.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui