Torre de TV volta atrair famílias

Com os chafarizes ligados e sem tapumes das obras, ponto turístico se prepara para inauguração das obras estruturais, prevista para os próximos dias

Com os chafarizes da praça central ligados e sem tapumes de obras – atualmente uma das principais cenas da capital da República, dado o volume do trabalho do GDF –, a Torre de TV voltou a atrair muitas famílias no final de semana. Neste domingo (26), quem apareceu por lá pôde conferir de perto que a revitalização da parte estrutural do monumento está quase pronta.

“Aqui é um lugar muito lindo. Ótimo para a gente desestressar da rotina de casa na pandemia”Angélica de Castro, servidora pública

Segundo informações da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), a reforma, que teve início em 2013, deve ser inaugurada nos próximos dias. O governo investiu mais de R$ 16,5 milhões na restauração desse que é um dos principais cartões postais de Brasília.

A pintura foi totalmente refeita. Também foram trocadas centenas de grandes parafusos das vigas e peças metálicas.

Na parte inferior, o piso e cerca de 4,5 mil metros quadrados de calçadas de concreto foram refeitos. Os elevadores e as escadas rolantes – apesar de desligados até a inauguração oficial – também foram recuperados e já estão prontos para funcionar.

Angélica de Castro levou o marido, Anderson Correia, e os dois filhos (um deles a caminho) para um passeio dominical na torre | Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

“Aqui é um lugar muito lindo. Ótimo para a gente desestressar da rotina de casa na pandemia”, afirma a servidora pública Angélica de Castro.

Grávida, ela foi cedo caminhar pelas novas calçadas, acompanhada da filha e do marido, o militar Anderson Correia. “Já subi no mirante uma vez, quando criança. É bom saber que poderei subir novamente em companhia da minha família”, planeja.

Os ciclistas Victor Moreira lima e Francis Lages vieram pedalando do Guará para o Plano Piloto e decidiram passar na Torre de TV. “Foi muito legal chegar aqui e ver tudo no lugar, até a fonte funcionando”, destaca um dos estudantes.

Quem também saiu de longe para prestigiar o espaço foi a dona de casa Valéria Pereira. Moradora de Planaltina, ela conta que saiu cedo e que valeu a pena a surpresa de ver a retirada dos tapumes.

“É a primeira vez que saímos de casa depois da pandemia e fomos contemplados com essa beleza toda”, elogiou a mulher, acompanhada do marido e das duas filhas menores, Letícia e Valentina.

Tudo novo em folha à espera do respeitável público | Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

Gestão BRB

Fiscal da obra, o arquiteto da Novacap Carlos Meiçó prevê que as obras estruturais da Torre de TV sejam entregues até o final desta semana. “Há alguns pequenos reparos que pedimos para ser refeitos – como a pintura do mirante, que ficou muito sujo de poeira, e a substituição de grades do piso inferior, que foram quebradas com o trânsito de veículos”, detalha.

Projetada pelo arquiteto e urbanista Lúcio Costa e inaugurada em 1967, o espaço turístico nunca passou por manutenções significativas e está fechado há mais de quatro anos. Após a conclusão da recuperação, o local passará a ser gerido pelo Banco de Brasília (BRB).

Acordo de Cooperação Técnica

Em outubro do ano passado, foi assinado um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) para o desenvolvimento do projeto de revitalização da Torre de TV, além da criação do Corredor Cultural do Banco de Brasília (CCBRB).

A parceria é das secretarias de Turismo e de Projetos Especiais, da Novacap e do BRB. O acordo também transfere a gestão da fonte luminosa, da feira de artesanato e do jardim Burle Marx ao banco por 20 anos.

A instituição financeira deve investir cerca de R$ 40 milhões na revitalização e valorização desses espaços. “Estão também trabalhando em adequações do mezanino”, adianta o arquiteto Carlos Meiçó.

Informações Agencia Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui