Toda UBS do DF está apta a fazer teste de covid-19

UBS deve ser o ponto de partida após o resultado ser confirmado

A medida foi tomada para substituir os postos de drive-thru que foi desativado; para fazer o teste, pacientes com sintomas da doença bastam procurar uma unidade de saúde em sua região administrativa

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) informou ontem (29) que todas as 172 Unidades de Atendimento Básico (UBSs) estão aptas a realizar testes de covid-19 em pacientes com suspeita da doença. A medida já está valendo e, na prática vai permitir a testagem de pessoas com testes rápidos (IgG e IgM) e o RT-PRC (swab nasal e oral), de acordo com cada paciente. Além disso, a pasta informou também que as UBSs estão oferecendo testes RT-PCR, que são feitos a partir de amostra colhida do fundo do nariz ou da garganta com um cotonete.

Todo o processamento dos materiais coletados é feito pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal (Lacen-DF). Como os casos de covid-19 tem aumentado no DF, o próprio secretário-adjunto de Assistência à Saúde do DF, Ricardo Tavares, os postos onde os testes rápidos eram feitos pelo sistema drive-thru foram desativados, agora serão feitos os testes nas UBSs.

“Quem estiver com sintomas da doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) deve procurar a UBS mais próxima de sua residência, onde será acolhido e poderá fazer o teste de acordo com a avaliação das equipes do posto”, informa a SES-DF.

Suspeita

Quando uma pessoa é identificada com covid-19, ela e sua família é imediatamente isolada. Em casos de pacientes com sintomas da doença, os exames são feitos nas UBSs. Pacientes com quadro mais graves, como falta de ar, são separados dentro da unidade para salas com respiradores. Em casos necessários, o paciente é encaminhado a algum hospital referência na doença.

“Depois do resultado positivo, se o teste foi realizado em uma UBS, o médico dará a orientação adequada, seja isolamento domiciliar ou internação, dependendo do quadro clínico”, explica Eduardo Hage, o subsecretário de Vigilância à Saúde.

Especialistas da SES-DF alertam que o mais importante é fazer os testes com critério, somente após a recomendação de um profissional de saúde.

Fonte News Black

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui