Secretário de Saúde do DF é exonerado

O ex-secretário e pediatra Ricardo Tavares teria sido demitido após desentendimentos dentro da pasta; em seu lugar deve assumir o médico Olavo Muller

Por Redação

O secretário de Saúde do Distrito Federal, Ricardo Tavares foi exonerado nesta sexta-feira, 10, conforme mostra o Diário Oficial do DF (DODF). De acordo com a publicação, Tavares será substituído por Olavo Medeiros Muller, que é médico. Tavares também é médico, pediatra, e estava na pasta desde janeiro deste ano. Seu nome, na ocasião, foi escolhido em razão de sua formação acadêmica e de suas qualificações técnicas. Foi ele um dos responsáveis pela fundação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e um dos criadores da Central de Regulação da SES/DF.

Conforme o que fora divulgado na imprensa local, Tavares foi exonerado após ter haver “desentendimento” dentro da Secretaria. A pasta tem ganhado importância e atenção exclusiva da mídia por ser a responsável pelo combate e controle da pandemia de covid-19.

Em entrevista à imprensa, o Tavares chegou a dizer que o pico da pandemia seria em abril, mas isso não aconteceu porque o aumento de casos e mortes começou a ocorrer em junho. Atualmente, o DF tem 754 mortes confirmadas pelo novo coronavírus e 65.677 contaminados.

UTI

Uma parceria entre o setor privado DF e o governo local possibilitará a disponibilidade de 35 leitos de UTI para pacientes com covid-19 que estejam em situação grave da doença em hospitais da rede pública. A medida foi anunciada pelo próprio GDF que confirmou o acordo e garantiu que a Secretaria de Saúde vai ficar responsável por iniciar um processo de contratação de serviço de auditoria de contas médicas, para dar maior celeridade ao processo.

Os leitos de UTI estão disponíveis nos seguintes hospitais: São Mateus (10), Grupo Santa (10), Daher (5), Santa Marta, por meio do Hospital Anna Nery (4), São Francisco (2), Rede Impar (2) e Rede D’Or (2).

“O sistema público quanto o privado estão se unindo para ajudar o Distrito Federal no enfrentamento ao coronavírus. Esse é o momento de juntar esforços e cooperamos para combater a pandemia e garantir um atendimento digno à população”, explica o secretário de Saúde do DF, Francisco Araújo.

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui