Secretaria de Saúde do DF deve abrir edital para contratação de mil novos profissionais

Processo seletivo contempla 500 agentes comunitários e 500 agentes de vigilância ambiental

Medida visa reforçar corpo de servidores que atuam no combate à dengue e à covid-19; edital ainda não tem data de lançamento definida

Por Cláudio Ulhoa

O Governo do Distrito Federal (GDF) deve contratar no próximo período cerca de mil profissionais para atuar na Secretaria de Saúde (SES-DF), sendo 500 vagas destinadas para agentes de vigilância ambiental (AVAs) e 500 para agentes comunitários de saúde (ACSs). O edital ainda está em fase de elaboração, mas segundo a SES-DF, a contratação vai ter validade por 12 meses com possibilidade de prorrogação.

Para o governo, a medida deve reforçar o corpo de funcionários da pasta e, com isso, melhorar o serviço à população. Os AVAs, por exemplo, são fundamentais no combate à dengue, além de fazer a ponte entre o cidadão e os serviços públicos de saúde.

“Essa é mais uma ação que demonstra que a saúde é a maior prioridade do governo. Invocamos a excepcionalidade da Lei Federal nº 173/20, que limitou os gastos públicos, para contratar temporariamente esses profissionais essenciais ao combate à dengue e também ao enfrentamento à covid-19, até que possamos promover o concurso público”, a subsecretária de Gestão de Pessoas, Silene Almeida.

A contratação vai ocorrer através de processo seletivo simplificado. No momento, a SES-DF está no processo de contratação da banca que será a examinadora do processo seletivo. O processo está em fase interna para verificação da documentação processual. Depois disso, a instrução será encaminhada para autorização de abertura da dispensa de licitação pelo secretário de Saúde.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui