Rafael Prudente destaca a importância da aprovação do projeto que reestrutura a carreira do SLU

A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou, em sessão remota nesta quarta-feira (14), o projeto de lei que altera a denominação e reestrutura a carreira de Gestão de Resíduos Sólidos dos servidores do Serviço de Limpeza Urbana (SLU). A proposta fruto de um acordo entre o governo a categoria foi aprovado em dois turnos.

A “Carreira Gestão Sustentável de Resíduos Sólidos” passa a denominar-se apenas “Carreira Gestão de Resíduos Sólidos”, sendo integrada por 135 vagas para o cargo de gestor; 279 analistas, e 968 técnicos. O texto atribui aos servidores – cujo ingresso se dará por concurso público – as competências de “formular, implementar, acompanhar, difundir, avaliar e executar as políticas, diretrizes, procedimentos e ações referentes à gestão e orientação para cumprimento das políticas públicas de resíduos sólidos no âmbito de sua competência”.

O presidente da Câmara Legislativa, deputado Rafael Prudente (MDB), considerou a aprovação do projeto uma “conquista” dos servidores do SLU. O deputado relatou as inúmeras reuniões que participou com os servidores para fechar a proposta que foi levada ao governador Ibaneis Rocha.

“O projeto reorganiza a carreira dos servidores e garante a valorização do SLU na fiscalização e manutenção da limpeza urbana da nossa cidade”, disse Rafael.

Informações: Comunicação CLDF / ASCOM Rafael Prudente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui