Quase todo serviço burocrático na CLDF começará a ser feito via internet, diz vice-presidente Delmasso

Deputado Delmasso (Republicanos) anunciou novos passos para a eliminação total de documentos em papel

O parlamentar disse que a Casa vai começar a utilizar um sistema eletrônico de informações para comunicar tanto com o GDF quanto com o governo federal; além de agilidade, a iniciativa deve trazer economia aos cofres públicos

O vice-presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Rodrigo Delmasso (Republicanos) anunciou nesta terça-feira (22) durante sessão remota que a partir do dia 28 de setembro toda comunicação oficial entre a CLDF e as unidades do Governo do Distrito Federal (GDF) será feita de forma online através do Sistema Eletrônico de Informações (SEI).

O SEI foi implantado na Casa em março do ano passado. Desde então, seu uso, afirma a assessoria de comunicação da CLDF, trouxe agilidade aos trabalhos e economia. “Com a medida anunciada hoje, a CLDF dá mais um passo em direção à eliminação total da circulação de documentos e outras correspondências em papel. A tramitação exclusivamente por meio digital já vem gerando economia de recursos para os cofres públicos”, informa a assessoria.

Ao fazer o anúncio da nova ferramenta, Delmasso explicou que, em breve, o SEI também será utilizado para que o Legislativo comunique com outros órgãos, como o Tribunal de Contas do DF, que hoje utiliza outro sistema de comunicação.

Sobre o Tribunal de Contas, Delmasso garantiu: “já estamos trabalhando para estender o barramento também ao tribunal.”

Além de comunicar com o GDF, a CLDF vai usar o SEI para também se relacionar com o governo federal. De acordo com Delmasso, isso deve acontecer a partir de novembro deste ano. “Caso um deputado distrital tenha necessidade de dirigir-se a um ministério, por exemplo, poderá fazê-lo por meio do SEI.”

SEI

O SEI está sendo usado na CLDF desde novembro do ano passado. Em fevereiro deste ano, a Casa informa que todas suas unidades passaram a utilizar o sistema para tramitar proposições e outros materiais referentes a trabalho legislativo.

O sistema é inovador e facilita o trabalho burocrático por ser uma plataforma de produção e gestão de documentos e processos administrativos, desenvolvida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4). O SEI foi cedido gratuitamente à administração pública. O GDF já usa o sistema desde 2014.

Fonte News Black

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui