‘Qualquer empresa, nesse momento, que queira ter acesso a empréstimos e a incentivos fiscais, vai ter que se instalar na região do Entorno’, diz governador de Goiás

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado

Ronaldo Caiado espera atrair novos investimentos para estado no próximo ano e com isso alavancar a economia que sofreu com os impactos provados pela pandemia da covid-19; ‘Nesse momento estamos estimulando as empresas com incentivo fiscal’, afirma

Por Cláudio Ulhoa

O governador do Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), durante entrevista para o Blog do Ulhoa, na tarde desta quinta-feira (17), falou sobre os seus dois primeiros anos de governo e destacou algumas medidas que serão tomadas ainda este ano, como a antecipação (para o dia 23/12) do pagamento dos servidores públicos, e outras que ficarão para o próximo ano, quando, por exemplo, será feita a transformação do Centro de Convenções de Anápolis em um Centro Tecnológico em Ferrovia, a mudança já tem o aval do Ministério da Infraestrutura.

Caiado também comentou sobre a situação dos municípios localizados na região do Entorno do Distrito Federal. Na constatação do governador, a população desses municípios ficou por anos dependendo das benesses do DF, mas que durante seu governo, essa situação tem mudado. “No Entorno, não havia um leito de UTI sequer. Todo mundo ficava na dependência de Brasília, Anápolis ou Goiânia. Hoje, a história é bem diferente”, afirma o governador.

Outro exemplo que ele deu sobre esse assunto, foi com relação à situação do transporte público da região. De acordo com Caiado, se nada for feito nos próximos anos, o atendimento desse serviço na região pode entrar em colapso por não suportar a demanda de passageiros. Ele garantiu que estuda um plano para solucionar o problema junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). “Eu não vejo outra saída sem o governo federal não assumir o Transporte Público da região”, disse Caiado.

A grande meta do governador para 2021 é a retomada do crescimento econômica no estado. Segundo Caiado, a perda de receita e a falta de investimento provocada pela pandemia de covid-19 exige que nos próximos anos o poder público consiga construir parcerias, seja com o governo federal, seja com o setor privado, para recuperar não só a arrecadação do governo, mas também os empregos e a renda de milhares de cidadãos que foram afetados pela crise pandêmica.

“Nesse momento estamos estimulando as empresas com incentivo fiscal. Toda e qualquer empresa, nesse momento, que queira ter acesso a empréstimos e a incentivos fiscais, vai ter que se instalar na região do Entorno”, afirmou o mandatário.

O governador ressaltou ainda a situação da educação pública no estado que, segundo ele, está sendo bastante valoriza pelo seu governo. Exemplo disso, destacou Caiado, seria o reajuste salarial de 64,61% concedido para todos os professores que estão em situação de contratos temporários na rede estadual. “Não posso pagar para as pessoas menos do que elas têm direito”, lembrou o governador.

Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui