Programa Aprendiz do Futuro será utilizado como modelo em seis países da Europa

Primeira-dama e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), Gracinha Caiado, durante reunião com representantes da aliança Demá Jovem, que trabalha com encaminhamento profissional em Portugal, Espanha, Romênia, Itália, Suécia, Holanda e Brasil, por meio da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi): “Os nossos jovens merecem as melhores oportunidades para que possam construir uma vida mais digna por meio da capacitação”Fotos: Wesley Costa

Representantes da aliança Demá Jovem vieram a Goiás conhecer metodologia, que deverá ser replicada em Portugal, Espanha, Romênia, Itália, Suécia e Holanda. “Nós entendemos que o caminho capaz de transformar a realidade social é a aprendizagem”, destaca primeira-dama, Gracinha Caiado, sobre iniciativa do Estado

O Programa Aprendiz do Futuro, do Governo de Goiás, será utilizado como modelo em seis países europeus. Representantes da aliança Demá Jovem, que trabalha com encaminhamento profissional em Portugal, Espanha, Romênia, Itália, Suécia, Holanda e Brasil, por meio da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi), reuniram-se, nesta quarta-feira (25/08), com a primeira-dama e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), Gracinha Caiado, para conhecer os detalhes da metodologia implantada no Estado.

Os diferenciais do projeto goiano destacados pelos embaixadores da Demá são os investimentos em tecnologia, a grade de cursos voltada para as demandas do mercado de trabalho, o foco no aprendizado escolar dos alunos, o vale-alimentação e o acompanhamento por profissionais capacitados, como psicólogos, assistentes sociais e professores.

O espanhol Josep Gasso Espina, copresidente global da Demá, ressalta que a adaptação do programa feita pelo governo estadual merece ser reproduzida. “Queremos levar essa proposta para que ela se torne política pública nos países em que trabalhamos. A oportunidade que esses jovens terão de capacitação e posterior inserção no mercado é única”, diz.

A primeira-dama, Gracinha Caiado, explica que o objetivo da administração é transformar a realidade desses alunos. “Nós entendemos que o caminho capaz de transformar a realidade social é a aprendizagem. E os nossos jovens merecem as melhores oportunidades para que possam construir uma vida mais digna por meio da capacitação”, afirma. “Não queremos somente pessoas empregadas futuramente, queremos pessoas qualificadas, com bons empregos, boas remunerações”, enfatiza.

Adair Meira, dirigente da Fundação Pró-Cerrado e copresidente da Demá Jovem, lembra que o acesso dos jovens aos cursos está sendo assegurado, o que é um passo importante no programa. “Cada aluno receberá um tablet e isso vai garantir que eles tenham acesso aos cursos, que realizem as atividades necessárias e aprofundem no conhecimento de tecnologia. O Aprendiz do Futuro avança neste processo”, destaca.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Wellington Matos, que também integrou a reunião, fala sobre a diferença que este programa fará na vida de cada participante. “Teremos, no final do processo, jovens qualificados, com uma nova visão de mundo e uma outra perspectiva profissional. São caminhos transformados com a garantia de um futuro melhor”, afirmou.

Intercâmbio

Os jovens do Aprendiz do Futuro terão ainda a oportunidade de realizar um intercâmbio em Barcelona, na Espanha. Serão 10 alunos selecionados, entre os que apresentarem melhor desempenho, para a viagem com tudo pago.

Com objetivo de fomentar uma troca ainda maior de experiências, a Demá Jovem vai trazer para Goiás 10 jovens espanhóis. A primeira-dama Gracinha Caiado garantiu que todos serão recepcionados pelo governo e terão um acompanhamento cuidadoso do Estado. “Uma viagem para outro país é extremamente enriquecedora. Vamos assegurar que cada jovem envolvido nesses intercâmbios ganhe o máximo possível em conhecimento”, ressalta.

Participaram ainda da audiência o dirigente e político Catalão Ferran Falcó; o diretor-geral da Demá Jovem, Juan Carlos Moreno; a presidente da Renapsi, Raquel Barbosa; e a diretora-geral da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Adryanna Caiado.

Gabinete de Políticas Sociais e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social – Governo de Goiás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui