Profissionais do transporte escolar receberão auxilio emergencial

A Câmara Legislativa do DF vota nesta quarta-feira (10), projeto de Lei que garante um auxílio emergencial aos motoristas de transporte escolar e do transporte do turismo da capital, no valor de R$ 1.200, a serem pagos por dois meses.

A medida foi acertada entre o governador Ibaneis Rocha, o presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente (MDB) e o deputado Valdelino Barcelos (PP), nesta terça-feira (9), em reunião realizada no Palácio do Buriti. Para formalizar o entendimento, o governador vai enviar à Câmara Legislativa ainda nesta quarta-feira o projeto para que seja aprovado pelos distritais.

O impacto no orçamento deve ser de R$ 6 milhões, que devem ser garantidos com os recursos economizados pela Câmara Legislativa.

“Foram os primeiros a parar junto com as escolas e possivelmente serão os últimos a voltar, por isso é justo esse auxilio. Muitos trabalhadores enfrentam sérias dificuldades e o governo precisa socorrer esses profissionais”, disse o presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente.

São aproximadamente 1.600 profissionais autônomos parados desde o dia 11 de março, quando as escolas públicas e privadas do DF foram fechadas, em função da pandemia do novo coronavírus.

Fotos: Renato Alves/Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui