Por educação no trânsito, Detran-DF abre inscrições para contratações artísticas

Detran-DF abre seleção para contratar atrações artísticas

O órgão abriu chamamento público para contratar contadores de histórias, repentistas, mímicos e companhias teatrais para realizarem atividades de conscientização sobre segurança e cuidado no trânsito; edital para inscrições fica aberto até dia 23 de outubro

Por Redação

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) publicou no Diário Oficial do DF (DODF) o chamamento público – nº 005/2020 – para a inscrição de artistas locais no sentido de atuarem em atividades lúdicas e de entretenimento com o objetivo de oferecer apoio às ações educativas de trânsito. Pode se inscrever artistas como contadores de histórias, repentistas, mímicos e companhias teatrais que correspondem às exigências do edital, que pode ser acessado na página do Detran-DF na internet.

Cada categoria artística será remunerada com o investimento feito pelo órgão, que destinou R$ 700 à contratação é de contadores de história, R$ 2 mil para cada apresentação teatral. O Detran-DF informa que as apresentações estão previstas para um ano.

Há vagas para contadores de história, mímicos, repentistas e companhias teatrais

Ao todo são 16 vagas ofertadas, sendo oito para contadores de história para público infantil (até 5 anos) e mais oito para companhias de teatro. No caso das apresentações teatrais, o edital determina que elas sejam realizadas com foco nos três públicos, crianças, adolescentes e adultos.

Os interessados em participar devem entregar a ficha de inscrição preenchida com a proposta de trabalho e os demais documentos ao Detran-DF através do e-mail gerat@detran.df.gov.br com cópia para chamamentopublico2020@gmail.com. Lembrando que a data final para se inscrever é dia 23 de outubro.

Público

As ações são todas pensadas com o intuito de educar a população do DF para o trânsito. Entre as atividades, há àquelas que são voltadas a crianças de 0 a 3 anos. Neste caso, as apresentações artísticas consistem em apresentar à criança como pedestre, destacando sua importância de caminhar pela calçada (quando houver), se afastar dos carros, e sempre acompanhada. Outras já são voltadas à explicação de regras de segurança que devem ser tomadas antes de se realizar uma travessia de via (em locais com e sem faixa de pedestre com e sem semáforo), a forma adequada de o adulto segurar a criança em situações de travessia (segurar pelo pulso e não pela mão), e outras.

Já para quem possui idade acima de 18 anos, as atividades estabelecidas pelo edital visam mostrar a importância de respeito às normas e regras de trânsito, assim como a importância de se respeitar aqueles que são consideráveis vulneráveis no trânsito (idosos, pedestres, ciclistas, motociclista e portadores de deficiência). Para este público há também ações voltadas para explicação das consequências da velocidade excessiva na condução de veículos e para o abuso da bebida alcoólica e direção com foco no condutor e pedestre.

A utilização do celular e fones de ouvido na via pública com foco no condutor, pedestre e a desconstrução do conceito da “indústria da multa” também devem ser tratadas nas apresentações destinadas aos adultos.

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui