População do DF tem se adequado às medidas restritivas, diz órgãos de fiscalização

Força-tarefa continua vistoriando todo o DF, com foco em estabelecimentos comerciais

Para a PM, o Corpo de Bombeiros e a DF Legal, a taxa de descumprimento das medidas restritivas tem sido baixa; nesta segunda-feira, órgãos vistoriaram 14.598 em estabelecimentos comerciais

Por Cláudio Ulhoa

Na constatação que tem sido feita pelos órgãos que fiscalizam o cumprimento das medidas restritivas impostas pelo Governo do Distrito Federal para tentar conter o avanço da pandemia de covid-19, vê que a população, em quase sua totalidade, não descumpre as regras e mantém a obediência às determinações de não realizar atividades comerciais não essenciais e não sair às ruas das 22h às 5h.

Os principais órgãos fiscalizadores – Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, e a Secretaria DF Legal –fizeram as mesmas observações em relação ao cumprimento das medidas. De acordo com esses órgãos, cerca de 97% da população respeitam o toque de recolher e também o decreto anterior que proíbe o funcionamento de comércio e serviços não essenciais.

“E, em todas as regiões, o cenário é bem homogêneo. Encontramos ruas desertas e a população respeitando o toque de recolher. Após as 22h ainda é possível ver trabalhadores retornando às suas residências”, disse o tenente-coronel Deusdete Vieira, responsável pelo Comando Especializado do Corpo de Bombeiros.

Só nesta segunda-feira (15/3), esses órgãos vistoriaram 14.598 em estabelecimentos comerciais. Entre eles, haviam 792 quiosques, sendo que, em42 deles, os responsáveis foram abordados, sem multas.

Agentes do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) também estão nas ruas para coibir que veículos desautorizados trafeguem fora do horário permitido. Em patrulhamento nas regiões do Lago Norte, Varjão, Plano Piloto, Gama e Taguatinga, foram feitas 137 abordagens, sendo flagrados seis condutores inabilitados, e um conduzindo motocicleta com escapamento irregular; além de 22 infrações diversas.

Ainda segundo o Detran-DF, três veículos foram removidos ao depósito, dois deles possuíam cerca de R$ 15 mil e R$ 8 mil em débitos, respectivamente.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui