Policiais civis, militares e bombeiros passam a fazer parte do público atendido pelo GDF Saúde

Policiais civis, militares e outras categorias poderão aderir a plano de saúde do GDF; proposta, de autoria dos deputados Cláudio Abrantes e Rafael Prudente, segue para a sanção do GDF

Por Cláudio Ulhoa

Nesta terça-feira os deputados aprovaram o projeto de lei (PL) 1.792/2021 que altera a legislação que criou o Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Distrito Federal (INAS) para que policiais civis, militares e bombeiros – tanto os da ativa quanto os inativos e seus dependentes – possam aderir ao plano de saúde dos servidores do Governo do Distrito Federal (GDF), o GDF Saúde.

O PL, que é de autoria dos deputados Rafael Prudente (MDB) e Cláudio Abrantes (PDT), estabelece que, no caso dos policiais civis, todos os integrantes da corporação irão participar do GDF Saúde de forma automática, já os militares e bombeiros, a adesão vai ser individual.

O texto segue à sanção do governador.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui