Parceria com Ministério da Agricultura atrai investimentos para produção agrícola do DF

“Não vejo a hora dessa vacina sair”, diz Ibaneis Rocha

O governador Ibaneis Rocha entregou, nesta manhã (23), caminhonetes, tablets, computadores e impressoras térmicas para o Serviço de Defesa Agropecuária; na ocasião, também foram assinados Contratos de Concessão de Uso de Imóvel Rural (CDU)

Por Redação

O Serviço de Defesa Agropecuária da Secretaria de Agricultura do Distrito Federal (Seagri-DF) terá como ferramenta de trabalho, sete caminhonetes, além de tablets com funcionalidade para serviços voltados ao trabalho no campo. As entregas das caminhonetes e tablets aconteceram na manhã desta sexta-feira, 23, e contou com a presença do governador Ibaneis Rocha (MDB). As aquisições é resultado de uma parceria entre a Seagri-DF e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Com custo de R$ 2 milhões, o Mapa também transferiu à Seagri-DF computadores e impressoras térmicas, que  também serão utilizados para equipar o Serviço de Defesa Agropecuária. “Essa parceria com o Mapa é fundamental, para levar qualidade de vida à população do campo. Isso vem aliado a muito trabalho”, disse o governador. “Em primeiro lugar, estamos fazendo um processo constante”, destacou o governador Ibaneis Rocha.

Governador do DF disse que aguarda a posição do governo federal sobre quem serão os fornecedores da vacina

Agora com os veículos e aparelhos tecnológicos, a Seagri-DF fica responsável por cumprir metas  e implementar atividades na zona rural, conforme determinações do Mapa. “São caminhonetes novas que tem uma missão muito especial de aumentar a nossa eficiência na fiscalização dos serviços agropecuários, a inspeção da produção e do comércio de bebidas e a realização de coletas e a fiscalização do comércio de orgânicos”, detalha o titular da Seagri-DF, Candido Teles de Araújo.

Outro ato relacionado ao fomento da zona rural do DF foia assinatura de contratos de Concessão de Uso de Imóvel Rural (CDU), para ampliar a regularização fundiária na capital federal.

“Vamos entregar até dezembro deste ano, mais 200 títulos de regularização fundiária e nós próximos anos cadastrar agricultores, entregar títulos para que tenhamos o maior programa de regularização rural da capital federal”, garantiu Ibaneis.

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui