Obras dos três hospitais de campanha no DF já começaram

Obras dos hospitais de campanha seguem no fim de semana

A previsão é que as unidades – no Plano Piloto, Ceilândia e Gama – fiquem prontas em 20 dias; cada hospital terá 100 leitos de UTI

Por Cláudio Ulhoa

As obras de construção de três unidades hospitalares para o tratamento de pessoas com covid-19 no Distrito Federal já começaram. Neste final de semana, os trabalhadores começaram a descarregar os materiais e equipamentos que serão utilizados nas obras. A ideia do governo é que os hospitais sejam construídos em 20 dias, sendo um no Plano Piloto, Ceilândia e Gama.

No Plano Piloto, o hospital está sendo construído no Autódromo Internacional Nelson Piquet, e já foi feita a demarcação do local, confecção do cálcio do piso e a colocação dos alambrados. Em Ceilândia, onde a unidade está sendo erguida na Escola Parque Anísio Teixeira, os trabalhadores deram início à montagem da tenda de 1.500 metros. E no Gama, onde o hospital será construído no Centro Olímpico da região, a área foi limpa e está sendo preparada para os serviços.

Serviços começaram nessa quinta-feira (26), após a assinatura da ordem de serviço

Na semana passada, o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), assinou a ordem de serviço para tais empreendimentos. Na ocasião, três empresas receberam o aval do Executivo para começar as construções de forma simultâneas. A iniciativa foi uma forma que o governo encontrou para conter o avanço da taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com covid-19.

Ao todo, cada unidade terá 100 leitos de UTI, o que dará o DF mais 300 leitos de terapia intensiva – atualmente a capital federal conta com 597 leitos para o tratamento de pacientes com covid-19. Os hospitais contam ainda com leitos de suporte ventilatório pulmonar e também outros equipamentos hospitalares.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui