Mandetta sai ou não sai, eis a questão

A grande expectativa é com relação à situação do ministro da Saúde, que, por divergir do presidente Bolsonaro, está na espera de uma demissão; número de mortes por covid-19 no DF chega a 17

Por Cláudio Ulhoa

De acordo com os principais analistas da política nacional, a permanência de Luiz Henrique Mandetta no cargo de ministro da Saúde está com os dias contados. Para esses analistas, a demissão do ministro pode sair a qualquer hora. Ontem, durante o boletim diário sobre a epidemia do novo coronavírus no país, Mandetta disse que, caso ele venha a sair do Ministério, ele sairá junto de sua equipe. A afirmação foi dada, porque mais cedo corria na mídia a informação de que o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, tinha pedido demissão.

“Hoje teve muito ruído por causa do Wanderson. O Wanderson falou que mandou para o setor dele falando que ia sair, aquilo chegou para mim e eu já falei que não aceito. O Wanderson continua, está aqui e acabou esse assunto. Vamos trabalhar juntos até o momento de sairmos juntos do Ministério da Saúde”, disse Mandetta, durante a apresentação do boletim.

Essa situação conflitante em meio à crise provocada pela pandemia de covid-19, começou pela divergência de pensamento entre o ministro da Saúde e o presidente, Jair Bolsonaro (sem partido). Para o presidente, o isolamento e o distanciamento social impostos à população pela União e pelos governadores, estariam sendo implementados de forma açodada, sem respeitar o direito de ir e vir das pessoas, o que também, segundo Bolsonaro, comprometeria fortemente a economia.

Mandetta, no que lhe concerne, é contra esse raciocínio do presidente, e deixou isto explícito em entrevista dada ao programa Fantástico, quando disse que a quarentena poderia ser comprometida, já que a população estava divida entre o posicionamento do presidente e o do Ministério da Saúde.

Outro motivo que poderia estar colaborando para a saída de Mandetta seria a perda de apoio dos militares que ocupam o governo e que teriam ficado contrariados com a postura do ministro durante a entrevista ao Fantástico. O próprio vice-presidente, Hamilton Mourão, disse que Mandetta tinha cometido “uma falta grave” e que “merecia cartão”.

Situação

Agora, o cartão pode ou não ser dado. Ontem, especulava-se que o presidente já procura nomes para substituir Mandetta. Os nomes cogitados são vários, mas acredita que deva ser alguém de São Paulo, estado onde o governador, João Dória (PSDB), tem contestado a postura do governo federal em pedir o relaxamento do isolamento social.

Por sua vez, Mandetta, conforme noticiado também pela grande imprensa, disse que, caso seja demitido, voltará para Campo Grande (MS), cidadecujo estado onde é sua base eleitoral.

Consequências

Caso Mandetta venha a sair, ele sai justamente no momento em que o aumento de casos de coronavírus deve aumentar no país. Isso porque, de acordo com o próprio ministro, os meses de maior intensidade em relação ao número de casos, devem ser maio e junho. Por outro lado, Mandetta sai também no momento em que a Câmara dos Deputados dá 30 dias para a presidência da República apresentar os dois testes feitos pelo presidente para confirmar a suspeita de covid-19, já que diversos ministros do alto escalão testaram positivo.

Atualizações

De acordo com a atualização dos números divulgada pelo Ministério da Saúde, nesta quarta-feira (15), foram registrados 3.058 casos de infecção pelo novo coronavírus, totalizando 28.320. O número de mortes em 24 horas foi de 204, totalizando 1.736 óbitos em todo o país.São Paulo concentra o maior número de óbitos (778), com três vezes o número do segundo colocado, o Rio de Janeiro (265). Os estados são seguidos por Pernambuco (143), Ceará (116) e Amazonas (106).

No DF, de acordo com o último boletim da Secretaria de Saúde, o número de casos confirmado chegou a 696, desses, 18 estão em estado grave, e 37 tem quadro de infecção moderada. A maior parte dos casos são infecções leves (516). Até o momento, 17 pessoas já morreram.

Fonte: Ministério da Saúde

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui