Iges-DF investe mais de R$ 3 milhões para melhorar atendimento

Recurso foi aplicado, por exemplo, na compra de equipamentos médicos e de mobiliário e na modernização das oito unidades

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) investiu, em 2020, mais de R$ 3 milhões para melhorar a humanização e a qualidade nos atendimentos. O recurso atendeu ao público do Hospital de Base (HB), do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e das seis unidades de pronto atendimento (UPAs) administradas pela instituição.

Os investimentos foram feitos, sobretudo, na compra de equipamentos médicos, na substituição de mobiliários, na fabricação de aparelhos terapêuticos, na modernização de sistemas, na aquisição de aparelhos de informática e na inauguração de espaços de treinamento e de atendimento.

Novos equipamentos médicos

Em julho, o Hospital de Base (HB) ganhou uma sala de gasometria, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do 3º andar, com dois gasômetros (aparelhos usados na avaliação de gases distribuídos no sangue de um indivíduo). Os equipamentos são importantes para atender pacientes com síndromes respiratórias.

A Unidade de Radiologia do HB passou a contar, em maio, com dois ultrassons de última geração para exames com contraste de microbolhas, permitindo uma análise mais detalhada de órgãos humanos e diagnósticos mais precisos das patologias. “Esses equipamentos significam maior celeridade no tratamento dos pacientes”, afirma o superintendente do Hospital de Base, Lucas Seixas.

Com recurso de R$ 6,7 mil, o Hospital de Santa Maria garantiu em novembro a compra de um negatoscópio mamográfico, aparelho usado para leitura de exames de imagem, como raios-X e tomografias. Nas áreas de cardiologia e odontologia, foram investidos mais de R$ 78 mil na compra de seis marca-passos cardíacos e 15 canetas odontológicas de alta rotação, em julho e setembro, respectivamente. “Com essas melhorias, estamos conseguindo avançar na questão assistencial”, avalia o superintendente operacional do HRSM, Ubiraci da Cunha Nogueira Filho.

Novo mobiliário

A fim de dar mais comodidade aos pacientes, o Iges investiu R$ 71,7 mil na aquisição de mobílias para o Hospital de Base. Em fevereiro, a unidade recebeu 64 macas, instaladas em consultórios médicos. Em abril, foram 51 poltronas acolchoadas para acompanhantes de enfermarias. Mais R$ 227,6 mil permitiram a compra de 840 escadas de dois degraus — que facilitam o acesso dos pacientes aos leitos —, além do reforço de 33 carrinhos de emergência, para o transporte de medicamentos e de equipamentos usados em ocorrências de paradas cardiorrespiratórias.

Com o apoio da equipe de terapia ocupacional, funcionários do HRSM fabricaram 115 aparelhos terapêuticos para auxiliar no tratamento de internados na UTI e no pronto-socorro para covid-19 montado na unidade. A produção dos equipamentos ocorreu em maio, durante oficina no ambulatório de saúde funcional.

Nas seis unidades de pronto atendimento (UPAs) do DF foram instaladas, em março, mais 78 poltronas acolchoadas para as salas de medicação. As salas amarelas das UPAs de Ceilândia e de Sobradinho, usadas para observação dos pacientes, ainda receberam 20 mesas de refeição (10 em cada).

Ademais,  o Iges instalou 301 extintores de incêndio de tecnologia mais avançada nas oito unidades de saúde em abril. O investimento unitário foi de R$ 160 a R$ 900, de acordo com o tipo do extintor, com o total de R$ 49.640.

Reforço na tecnologia

Com o objetivo de garantir mais eficiência nas unidades de saúde, o Iges-DF investiu em diversos setores tecnológicos. Um exemplo foi o Espaço de Ensino Digital, inaugurado ao longo de 2020 no Hospital de Base e nas UPAs de Ceilândia, Samambaia e Sobradinho.

Nas salas, equipamentos modernos transmitem imagens do Centro de Simulação Realística, laboratório inaugurado em maio deste ano no HRSM. O local conta com um boneco simulador que reproduz a estrutura biológica humana para capacitação em um cenário mais próximo da realidade. Os espaços digitais também permitem integração com a plataforma de ensino EAD do Iges, que oferece diversos cursos on-line aos colaboradores.

Ainda foi instalado o novo sistema de gestão hospitalar (o Soul MV) nas seis unidades de pronto atendimento (UPAs) do DF, para garantir uma administração mais eficiente de todos os recursos humanos e materiais, bem como um melhor atendimento aos pacientes. O Iges-DF investiu R$ 21 milhões na ferramenta.

Também em 2020, dois mil novos computadores com configurações avançadas foram destinados a todos os espaços de competência do Iges para análise de exames de imagens, monitoramento de pacientes, processamento de dados, entre outras atividades.

No Hospital de Base, em novembro, o conserto de quatro equipamentos usados pela Unidade de Radiologia garantiu que os exames de raio-X nos leitos do HB passassem a ser concluídos em apenas 10 minutos. A ação significou uma economia de pelo menos R$ 30 mil para o Iges-DF.

Outros investimentos

Depois de quase 60 anos sem funcionar, dois pontos de hemodiálise foram ativados, em abril, no Pronto-Socorro do Hospital de Base (HB), para complementar os serviços da Unidade de Nefrologia.

Em agosto, a sede administrativa do Iges recebeu uma Central de Comando para monitorar, em tempo real, as unidades administradas. Com uma estrutura de um telão, duas telas menores e seis computadores, é possível acompanhar a taxa de ocupação de leitos de UTI e de enfermaria, a quantidade de internados, os serviços ambulatoriais e os dados de atendimentos, como consultas. A infraestrutura tecnológica teve um investimento de R$ 2,9 milhões.

Nas UPAs, outro serviço implementado foi a telemedicina. Os gestores das unidades receberam, ao todo, 240 equipamentos, entre computadores e notebooks, para atenção médica virtual dos pacientes. “Isso foi de extrema importância. Primeiro, porque os pareceres podem ser feitos na própria UPA. Também porque os profissionais têm acesso ao prontuário dos pacientes e podem discutir uma melhor opção para cada um deles”, destaca a superintendente da unidade de Atenção Pré-Hospitalar, Nadja Regina Vieira Cavalcante Carvalho.

Informações Ascom Iges-DF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui