Identificadas novas variantes do coronavírus em Goiás

Foram identificados, até o momento, 17 municípios com a variante P.1, linhagem B.1.1.28.1, de Manaus, em 57 amostras avaliadas; três municípios com a  variante VOC 202012/01, linhagem B.1.1.7, do Reino Unido; e seis municípios com outras variantes , que não são de atenção epidemiológica

A Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), por meio do Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde, declara a identificação das variantes de atenção P.1 (Manaus) e VOC 202012/01 (Reino Unido) do SARS-CoV2 (coronavírus) em municípios do Estado.

O sequenciamento genômico por amostragem está sendo realizado em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG) e a Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás​ (Fapeg);  e pelos laboratórios de referência nacional Instituto Adolf Lutz, em São Paulo, e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

As amostras foram selecionadas pela Vigilância Epidemiológica e pelo Laboratório Central de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-GO), o qual realizou o teste RT-PCR previamente no material.

Foram identificados, até o momento, 17 municípios com a variante P.1, linhagem B.1.1.28.1, de Manaus, em 57 amostras avaliadas; três municípios com a  variante VOC 202012/01, linhagem B.1.1.7, do Reino Unido; e seis municípios com outras variantes, que não são variantes de atenção epidemiológica.

Até o momento, identificou-se um caso que evoluiu a óbito no Distrito Federal, de pessoa residente em Águas Lindas de Goiás, que após sequenciamento da amostra também foi identificada a nova variante P.1, de Manaus.

De acordo com informações de investigação dos primeiros casos, os principais sintomas apresentados foram: cefaleia, anosmia (perda do olfato), ageusia (perda do paladar) e tosse. Além destes, dois casos de residentes em Goiânia apresentaram sintomas como febre, prostração e cansaço. Não foram relatados históricos de viagens ou contato com pessoas que tenham viajado para localidades específicas em que há circulação de novas variantes.

Ações realizadas:

Monitoramento do evento e articulação estadual/municipal;

Contato com as Vigilâncias Epidemiológicas municipais e repasse de orientações quanto ao rastreamento dos casos para investigação da evolução dos mesmos (cura ou óbito), monitoramento de contatos e importância do isolamento;

VARIANTE P1, linhagem B.1.1.28.1– Manaus
ABADIA DE GOIASP.11
ANÁPOLISP.12
ÁGUAS LINDASP.11
ARAGUAPAZP.11
BOM JARDIM DE GOIASP.12
CATALÃOP.15
DAMOLÂNDIAP.11
DAVINÓPOLISP.13
FAINAP.11
GOIÂNIAP.130
JUSSARAP.12
MONTE ALEGRE DE GOIASP.11
MONTES CLAROS DE GOIASP.11
MUNDO NOVOP.11
SANTA FE DE GOIASP.12
SÃO LUÍS DE MONTES BELOSP.12
TURVÂNIAP.11
Total:17 municípiosTOTAL57

VARIANTE VOC 202012/01, linhagem B1.1.7-Reino Unido
ANÁPOLISB.1.1.71
GOIÂNIAB.1.1.71
LUZIÂNIAB.1.1.71
Total: 3 municípiosTOTAL3

OUTRAS VARIANTES
CERESP.21
GOIÂNIAP.21
FORMOSAP.21
CRISTALINAP.21
RIO VERDEP.2/ B.1.1.1431/1
VALPARAÍSO DE GOIÁSB.1.1.281
Total: 6 municípiosTOTAL7

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui