Ibaneis visita obras em Vicente Pires e diz que população não deve mais sofrer com os transtornos causados pelas chuvas

Em Vicente Pires, Ibaneis vistoria obras na Rua 4A

A RA sempre foi esquecida pelo poder público, mas a gestão Ibaneis Rocha diz estar mudando essa realidade; governador anunciou construção de centro olímpico para região

Por Redação

Se há um lugar no Distrito Federal que reflete o espírito da gestão Ibaneis Rocha (MDB) em relação a obras de infraestrutura urbana, esse local é a região administrativa (RA) de Vicente Pires. Nesta quarta-feira (7), o governador esteve na RA para acompanhar uma série de intervenções que vem ocorrendo na região sob coordenação da Secretaria de Obras do DF e a Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap). Ibaneis percorreu a pé a rua 4A e pode ver de perto as obras de drenagem e pavimentação asfáltica.

“Quando assumimos o governo, há um ano e 10 meses, só tínhamos em Vicente Pires 30% das obras concluídas. E muitas delas tivemos que refazer. Hoje comemoramos 90% das obras concluídas, as máquinas estão trabalhando em quase todas as ruas e nós esperamos, no ano que vem, estar com a cidade entregue para a população”, lembrou Ibaneis.

O GDF tem realizado inúmeras obras em Vicente Pires e, segundo Ibaneis, elas já estão 90% concluídas. De acordo com o governador, o próximo passo será a viabilização de estudos para se construir na região um centro olímpico.

Grande parte do drama vivido pelos moradores de Vicente Pires está relacionado a falta de pavimentação em  diversas vias da cidade. Em tempos de chuva, é comum assistirmos nos noticiários matérias que abordam a dificuldade dos moradores de conviver com o problema, que chega a deixar algumas vias intransitáveis.

Serviços de drenagem e pavimentação avançam e estão 90% prontos. RA também vai ganhar seu primeiro centro olímpico

“Neste ano, quando chegarem as chuvas – e estamos esperando que elas cheguem logo – vamos ter uma qualidade de vida e capacidade de absorção das águas pluviais muito maior”, garante Ibaneis.

O secretário de Obras do DF, Luciano Carvalho, assegura que as obras serão entregues na data prevista. “Fizemos a programação de chegar ao final de 2020 e ter concluído todos os contratos que estavam abertos. Estamos muito próximos dessa meta.”

Apoio econômico

A infraestrutura urbana com qualidade melhora não só a vida dos moradores, mas também do setor produtivo e comercial. É o que explica o comerciante Francisco Júnior, que afirmou ter montando seu comércio em Vicente Pires após perceber que o governo estava investindo na RA. “Percebi o bom andamento das obras. Aliado ao potencial da cidade decidi instalar meu negócio aqui”, disse.

Vicente Pires é uma região privilegiada por ficar próxima à região central do DF. Com uma população estimada em 75 mil habitantes, a RA deve sofre, após os investimentos do GDF, um avanço na melhoria na qualidade de vida da população. Isso é o que pensa o administrador local, Daniel de Castro, que também falou sobre a importância de se acompanhar os trabalhos. “As obras precisam ser olhadas como um todo. Só de drenagem são mais de 10 mil metros de galeria, e apenas 220 metros faltam ser concluídos.”

A visita de Ibaneis à região foi acompanhada pelo vice-governador do DF, Paco Britto; pelos secretários José Humberto Pires (Governo), Luciano Carvalho (Obras) e Celina Leão (Esporte e Lazer); e pelo presidente da Terracap, Izidio Santos.

Todo trabalho na RA faz parte do projeto GDF Presente.

Confira o andamento das obras de infraestrutura do Setor Habitacional Vicente Pires, rua por rua: 

⇒ Rua 1 (Rua do Jóquei) – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios fios concluídos;

⇒ Rua 3 – Drenagem, pavimentação, calçadas de meios-fios concluídos;

⇒ Rua 3B – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de meios-fios concluídos. A construção das calçadas está em andamento, assim como as sinalizações vertical e horizontal da via;

⇒ Rua 3C – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de meios-fios concluídos. A construção das calçadas está em andamento, assim como as sinalizações vertical e horizontal da via;

⇒ Rua 4 – A empresa VP, responsável pelo trecho, concluiu os serviços de drenagem, pavimentação e instalação de meios-fios. No momento, a empresa Artec constrói as calçadas;

⇒ Rua 4A – Obras de drenagem e pavimentação em andamento;

⇒ Rua 4B (Rua da Delegacia) – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos;

⇒ Rua 4C (Rua da Faculdade Mauá) – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos;

⇒ Rua 4D– Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos;

⇒ Rua do Sicoob– Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos;

⇒ Rua 5 – Os serviços de drenagem e pavimentação previstos em contrato estão concluídos. Parte dos serviços foi executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF). Está em andamento processo licitatório para a contratação do remanescente de obra;

⇒ Rua 6 – Os serviços de drenagem e pavimentação previstos em contrato estão concluídos. Está em andamento processo licitatório para a contratação do remanescente de obra;

⇒ Rua 7 – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos;

⇒ Rua 8 – Os serviços de drenagem e pavimentação previstos em contrato estão concluídos. No momento, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) executa a pavimentação asfáltica em um trecho da via. Está em andamento processo licitatório para a contratação do remanescente de obra;

⇒ Rua 10 – Os serviços de drenagem e pavimentação previstos em contrato estão concluídos. Parte dos serviços foi executada pelo DER/DF e pela Novacap. Está em andamento processo licitatório para a contratação do remanescente de obra;

⇒ Rua 12 – Obras de drenagem em andamento. Pavimentação em execução nos trechos em que a drenagem foi concluída. Está em andamento processo licitatório para a contratação do remanescente de obra;

⇒ Colônia Agrícola Samambaia – O contrato do Lote 2, que contempla a área, será licitado novamente. O projeto passa por readequação à realidade do local, uma vez que o projeto original é de 2008. A licitação para contratação de empresa responsável pela sondagem da região está em andamento;

⇒ Lagoas de detenção – O projeto prevê a construção de 22 lagoas (16 estão concluídas) e 85 dissipadores (40 estão finalizados);

⇒ Ponte sobre o córrego Vicente Pires – No momento, o DER/DF executa a concretagem da fundação que dará sustentação ao elevado. Após a conclusão dessa etapa, o próximo passo será o erguimento da parede de concreto com os pilares, que dará suporte ao lançamento das 170 toneladas de vigas metálicas, seguida da aplicação do concreto e, por último, da implantação do aterro de encabeçamento da ponte. A obra de arte especial de 40 metros está orçada em cerca de R$3,1 milhões, com previsão de entrega à população em outubro deste ano;

⇒ Obra de Arte Especial nº 2 – No momento, a empresa VP trabalha na construção de ponte sobre o Córrego Samambaia que vai ligar a Rua 4 direto à Estrada Parque Taguatinga Guará (EPTG). O monumento de 82 metros de extensão e 13,2 metros de largura está orçado em cerca de R$ 2,3 milhões, com previsão de entrega à população em dezembro deste ano;

⇒ Obra de Arte Especial nº 3 – Licitação concluída. Está em curso o processo de contratação da empresa responsável pela construção de ponte na via de ligação entre as Ruas 1 e 3B. O monumento, orçado em cerca de R$ 6 milhões, terá 180 metros de extensão e 13,2 metros de largura.

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui