Ibaneis visita obras do Itapoã Parque: maior conjunto habitacional de moradia popular do DF

Após conclusão, conjunto deve abrigar 50 mil moradores em apartamentos de dois ou três quartos; espaço é todo planejado com áreas comerciais, de lazer, estacionamentos, jardins, praças, e outros

O conjunto habitacional Itapoã Parque recebeu a visita, nesta terça-feira (13), do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB). O conjunto, que já possui 13% de suas obras concluídas, é um empreendimento do governo para tentar diminuir o déficit habitacional na capital federal. Voltado a famílias de baixa renda, o Itapoã Parque, deve abrigar, num primeiro momento, 12 mil famílias, mas a expectativa é de que ao término das construções dos apartamentos – de dois ou três quartos – cerca de 50 mil famílias no local.

Como está sendo planejado, o Itapoã Parque será um região nos moldes da arquitetura tradicional do DF,ou seja, organizada e voltada à valorização da qualidade de vida dos moradores. Por isso, haverá áreas comerciais, de lazer, estacionamentos, jardins, praças, e outros. As áreas comerciais em lotes a serem vendidos pela Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap).

“Temos muitas reclamações de outros bairros que foram construídos sem estrutura. Aqui teremos Unidade Básica de Saúde, escolas, postos policiais, enfim, tudo o que precisa para atender à comunidade. Essa é a maior obra que nós temos hoje para moradia popular. Nós estamos cumprindo o objetivo de dar moradia a quem precisa”, disse o governador durante a visita.

: Governador Ibaneis vistoriou construções nesta terça (13). Empreendimento vai beneficiar mais de 50 mil pessoas e gerar 6 mil empregos

O conjunto habitacional Itapoã Parque começou a ser erguido em janeiro de 2019, ou seja, o primeiro mês do mandato de Ibaneis. Executada pela empresa JC Gontijo, contratada por licitação, a obra já gerou 6 mil empregos, entre diretos e indiretos, e terá uma área construída de 200 hectares, o equivalente a 200 campos de futebol.

As obras são tocadas sob coordenação da Companhia Habitacional do DF (Codhab-DF) e, uma das metas do empreendimento, é não do ambiente habitacional, mais um espaço voltado apenas à especulação imobiliárias. “Não adianta ter só moradia quando há um conjunto de necessidades que precisam ser atendidas, como escolas e saúde. O Itapoã Parque vem com esse conceito de ter toda a infraestrutura, atendendo a famílias que vão se estabelecer aqui e outras que moram na região. É o governo trabalhando para aqueles que mais precisam”, lembra o diretor-presidente da Codhab, Wellington Luiz.

Os beneficiados

Como o próprio governador Ibaneis lembrou, o Itapoã Parque é o maior projeto de moradia popular que está sendo construído no DF atualmente. Destinado a famílias que possuem renda mensal entre R$ 1,8 mil e R$ 7 mil, as moradias possuem entre 46 e 60 metros quadrados e devem sair por valores que giram entorno de R$ 112 mil e R$ 114 mil.

“Aqui é uma cidade, 12 mil moradias é uma cidade com muitas pessoas e que precisa desses equipamentos exatamente para as pessoas morarem com conforto e terem acesso a todos os serviços públicos”, lembra Ibaneis. Assim, destacou o governador, o conjunto nasce com toda infraestrutura para receber serviços públicos, seja das áreas da saúde, educação, segurança pública, e outros.

Serão beneficiadas famílias das faixas 1,5, 2 e 3 do eixo Morar Bem, programa habitacional do DF vinculado ao Minha Casa, Minha Vida. Atualmente, cerca de 400 mil famílias estão na lista da Codhab com interesse em adquirir a casa própria.

Fonte News Black

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui