Ibaneis visita Hospital Regional de Samambaia e inaugura leitos de UTI

Mais leitos para Covid-19 em Samambaia

O governador falou sobre o planejamento que está sendo feito para colocar em atividade, nos próximos dias, 96 leitos de UTI exclusivos a pacientes com covid-19; 75% da obra da nova UPA de Ceilândia já foi concluída

Por Cláudio Ulhoa

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), esteve, nesta manhã de sexta-feira, 25, no Hospital Regional de Samambaia (HRS) para inaugurar sete leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) que irá reforçar a unidade com uma nova ala exclusiva para pacientes com covid-19. Com essa medida, o HRS passa a ter 27 leitos voltados para covid-19.

Os leitos de UTI no HRS foi motivo de preocupação para as autoridades de saúde, nos últimos dias, porque chegou a ter todos os leitos para pacientes com covid-19 ocupados. Junto com o Hospital de Campanha de Ceilândia (20 leitos) e no Hospital Regional de Santa Maria (40 leitos), o DF espera abrir 96 leitos de UTI nos próximos dias.

A UPA de Ceilândia atenderá urgência e emergência, contando com dois leitos de UTI, seis leitos de observação

Após visitar o HRS o governador foi para Ceilândia para acompanhar as obras da nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que, segundo o governo, já tem 75% da obra executada, restando apenas o acabamento, instalação de gases medicinais e finalização da urbanização externa.

A nova UPA de Ceilândia terá atendimento de urgência e emergência, e possuirá dois leitos de UTIs, seis leitos de observação, com suporte ventilatório, e três consultórios. Na unidade também será possível fazer exames laboratoriais de urgência e raios X.

Além desta UPA, o governo toca a construção de mais seis unidades em Paranoá (com 61,26% de obra concluída), Riacho Fundo II (53,74%), Brazlândia (47,88%), Gama (40,33%), Vicente Pires (27,83%) e Planaltina (19,58%).

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui