Ibaneis diz que espera vacinar 80% da população do DF contra a covid-19 até outubro deste ano

Ibaneis rechaça pressão de categorias por vacina: “Não será assim”

A afirmação foi feita durante entrevista ao programa Conectado ao Poder da rádio Metrópoles, neste domingo (9); o mandatário também disse que não aceitará pressões vindas de qualquer categoria que exija a imunização imediata

Por Cláudio Ulhoa

Em entrevista ao programa Conectado ao Poder neste domingo (9/5), o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), disse que espera vacinar 80% da população local contra a covid-19ª até outubro deste ano. Conforme o governador, a Secretaria de Saúde continuará a ser o Plano Nacional de Imunização (PNI), ou seja, os públicos a serem vacinados serão determinados pelo Ministério da Saúde.

Em certo momento da entrevista, o governador disse que não diante categorias – como aconteceu na semana passada com os rodoviários que realizaram greve para serem vacinados – se mobilizarem para forçar o governo a vaciná-los.

“Eu vou cumprir rigorosamente o cronograma que está estabelecido no PNI e aquelas categorias que a gente der conta de ir atendendo, vamos atender. Agora, eu não posso me submeter a nenhum tipo de pressão por vacina, porque senão todo mundo vai entrar em greve nessa cidade querendo vacinar”, destacou Ibaneis.

O chefe do Executivo ainda ressaltou que espera ter entre 70% e 80% da população do DF vacinada conta a covid-19 até outubro deste ano

Outro ponto comentado pelo governador foi com relação à volta às aulas na rede pública. Paradas, de forma presencial, desde março de 2020, as aulas devem voltar a acontecer a partir de agosto, já que Ibaneis disse que espera vacinar, tanto os professores quanto os alunos, entre junho e julho, próximos.

“Nós estamos tratando de milhares de crianças afastadas presencialmente das escolas. Nós sabemos dos inúmeros problemas psicológicos que isso acarreta. Então, é uma questão de saúde social e o tempo que essas crianças estão perdendo fora das escolas também vai ter um impacto muito grande na vida futura delas. Por conta disso, esperamos normalizar as aulas presenciais em breve”, afirmou o governador.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui