Ibaneis assina ordem de serviço para iniciar reforma da ponte Costa e Silva

Começa a primeira grande reforma da Costa e Silva

A obra, orçada em mais de R$ 13 milhões, deve ficar pronta em 18 meses

Por Cláudio Ulhoa

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), assinou, nesta manhã (14/4), a ordem de serviço que autoriza, de forma imediata, a reforma da ponte Costa e Silva. Esta, segundo o governo local, será primeira grande reforma que a ponte vai receber desde quando foi inaugurada, isso em 1976. Com projeto do arquiteto Oscar Niemeyer, a ponte, além de ser um cartão-postal do DF, serve também como canal de ligação para os moradores dos trechos 1 e 2 do Setor de Clubes Sul à QI 10 do Lago Sul.

Na reforma, que foi orçada em R$ 13.594.231,88 e será tocada por uma empresa privada contratada pela Novacap, está prevista o reforço estrutural das vigas de sustentação da ponte, a manutenção das juntas de dilatação e das sinalizações náuticas e viárias, o recapeamento das três faixas de asfalto, a instalação de um novo guarda-corpo e a melhoria no escoamento de águas pluviais e pintura. Também haverá a reforma da margem (cabeceira da ponte) do Lago Sul, com a implantação de píer e muro de arrimo.

“A gente vem fazendo um trabalho de zeladoria da cidade. Começamos com as tesourinhas, que estamos fazendo desde o ano passado, e agora passamos para a ponte Costa e Silva, que está bastante degradada. A gente quer entregá-la nova para a população do DF o mais rápido possível”, disse Ibaneis durante a assinatura da ordem de serviço.

A intervenção deve aumentar o tempo de durabilidade da ponte em 25 anos, isso porque ela será pintada em poliuretano, que é um plástico de alta resistência. A ponte também terá os guarda-corpos remodelados para serem adequados às novas normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e ganhará uma rampa de acesso para pedestres na extensão que liga a orla ao Trecho 1 do Setor de Clubes Sul.

“Essa ponte é uma obra de arte, um projeto de Oscar Niemeyer, e ela exige cuidados. Ela passou por algumas intervenções, e agora vamos fazer uma grande reforma. Ela precisa de uma substituição das juntas de dilatação, corrigir infiltrações, substituir os aparelhos de apoio da ponte, recuperar o asfalto os guarda-corpos”, explicou o presidente da Novacap, Fernando Leite.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui