Governo federal lança programa habitacional com foco em famílias de baixa renda

O ministro da Casa Civil, Braga Netto, o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, durante a cerimônia de lançamento do Programa Casa Verde e Amarela

O Casa Verde e Amarela visa permitir a regularização fundiária e a redução da taxa de juros, com o intuito de possibilitar o acesso dos cidadãos ao financiamento da casa própria; Caixa tem lucros, após redução de juros, diz presidente do banco

O governo federal lançou nesta terça-feira (25) o programa habitacional Casa Verde e Amarela. Elaborado para substituir o Minha Casa, Minha Vida, criado nos governos petistas, o Casa Verde e Amarela tem o objetivo de atender 1,6 milhão de famílias de baixa renda com o financiamento habitacional até 2024. De acordo com o governo, isso vai representar um incremento de 350 mil residências em relação ao que se conseguiria atender com os parâmetros do Minha Casa, Minha Vida.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou do lançamento do programa, ocorrido no Palácio do Planalto, e disse que agora “a bola está com o Parlamento”, já que o programa precisa ser aprovado pelo Congresso. O Casa Verde e Amarela tem como propostas a regularização fundiária e a redução da taxa de juros, com o intuito de possibilitar o acesso dos cidadãos ao financiamento da casa própria.

“Não tenho muito a dizer, apenas cumprimentar os ministros que trabalharam incansavelmente nessa questão, bem como o nosso Parlamento, que agora recebe essa MP e a aprovará, com toda certeza e, se for o caso, fará aperfeiçoamentos. Assim é que se fazem as leis, assim que nos apresentamos para atender a nossa sociedade”, disse Bolsonaro.

O programa é coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional. O chefe da pasta, o ministro Rogério Marinho, estava na cerimônia de lançamento e garantiu que o Casa Verde e Amarela vai é regularizar 2 milhões de moradias e promover melhorias em 400 mil até 2024.

Pedro Guimarães: Caixa nunca teve tanto lucro e notas tão boas em governança

Além de facilitar a compra de imóveis, o programa também vai possibilitar a reforma de residências. Também será possível ter acesso a serviços como instalação equipamentos de aquecimento solar ou eficiência energética.

O novo programa também tem outra diferença em relação ao Minha Casa, Minha Vida. São os grupos a serem atendidos. Agora, o grupo 1, famílias com renda de até R$ 2 mil; grupo 2, famílias com renda entre R$ 2 e R$ 4 mil; e grupo 3, famílias com renda entre R$ 4 mil e R$ 7 mil.

“Tanto lucro”

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse que o banco “nunca teve tanto lucro”. Segundo Guimarães, que também participou da cerimônia de lançamento do Casa Verde e Amarela, esse lucro – o presidente não falou o valor – só foi possível porque o banco começou a praticar a oferta de crédito a taxas reduzidas.

“Hoje a Caixa assume seu papel focado nos que mais precisam. Quando este governo começou, a taxa do cheque especial da Caixa era de 14% ao mês. Como é que se pode, cobrar de quem mais precisa, 14% ao mês? Hoje, está em 1,8% e nós temos mais do dobro do lucro, o triplo do lucro, de quando a gente assumiu”, explicou Guimarães.

Fonte News Black

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui