- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
Goiás e EntornoFamílias de Trindade e Senador Canedo já podem entregar documentação do Aluguel...

Famílias de Trindade e Senador Canedo já podem entregar documentação do Aluguel Social

Listas de convocação de participantes inscritos e aptos para programa já estão publicadas no site da Agehab. Documentos podem ser entregues pessoalmente nas unidades do Vapt Vupt dos dois municípios, ou pela internet, no www.vaptvupt.go.gov.br/agendamento. Meta é conceder 30 mil benefícios

O Governo de Goiás abriu, nesta semana, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), a fase de entrega da documentação comprobatória dos candidatos ao programa Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social de Trindade e Senador Canedo. As listas das famílias convocadas, cujas inscrições foram validadas, já estão publicadas no site www.agehab.go.gov.br. Os documentos solicitados nos editais, também disponíveis no mesmo endereço eletrônico, podem ser entregues pessoalmente nas unidades do Vapt Vupt dos dois municípios ou pela internet, dentro da área específica no site da Agehab.

Para os candidatos que optarem pela entrega nos postos físicos, é necessário fazer agendamento, já que os atendimentos são realizados de maneira controlada devido à pandemia de Covid-19. O agendamento pode ser feito pelo site www.vaptvupt.go.gov.br/agendamento. No portal, é preciso selecionar a opção “Agendamento Pra Ter Onde Morar” para deixar o horário marcado.

No Vapt Vupt, os atendentes orientam, checam a documentação e incluem as cópias dos documentos no sistema. O procedimento também pode ser feito pelo próprio candidato, caso opte pela internet, com a inclusão das cópias dos documentos solicitados (nos editais) nos respectivos campos do site da Agehab.

“É importante que as famílias entreguem sua documentação o mais rápido possível, já que, quanto mais cedo essa parte do processo se encerrar, mais perto elas estarão de receber o benefício, caso o cadastro esteja correto”, ressalta o presidente da Agehab, Pedro Sales.

Pra Ter Onde Morar

Programa recém-criado pelo Governo de Goiás, o Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social visa atender famílias em situação de superendividamento e que estão sem condições de arcar com os custos de uma moradia. Entre os requisitos para a aprovação no processo estão: habitar moradia improvisada ou em coabitação ou, ainda, se tiver mais de 50% da renda familiar comprometida com aluguel. Também é preciso estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) do município onde o benefício será concedido.

Todos os critérios para participar estão disponíveis no edital publicado no site da Agehab. O objetivo do Governo de Goiás é atender cerca de 30 mil famílias, com recursos oriundos do Fundo de Proteção Social do Estado de Goiás (Protege). As primeiras a se inscreverem, em dezembro de 2021, em Goiânia e Aparecida de Goiânia, já começaram a receber o auxílio, pouco mais de um mês depois do programa ter sido lançado.

Após a assinatura do contrato com a Agehab, o beneficiário tem 60 dias para apresentar o contrato de aluguel. Pode ser um simples, sem reconhecimento de firma. Há um modelo disponível no site www.agehab.go.gov.br.

A seguir a lista de documentos que deve ser apresentada nesta etapa do processo:

Documentos pessoais

I. RG (Ou CNH) e CPF do candidato, cônjuge e dependentes

II. Comprovante de estado civil (se casado ou união estável)

III. Comprovante de água e energia de onde reside

IV. Comprovante de inscrição atualizada no Cadastro Único (CadÚnico)

Obrigatório comprovar pelo menos um dos seguintes itens:

– Laudo médico com avaliação da deficiência, caso haja alguém na família com deficiência

– Estudante da Universidade Estadual de Goiás (UEG) ou bolsista do Probem

– Residência em moradia improvisada

– Ter perdido o financiamento imobiliário por falta de pagamento de parcelas

– Comprometer mais de 50% da renda com aluguel ou estar com mais de 75% da renda comprometida com endividamento

– Ser vítima de violência doméstica e familiar ou assistida por medida protetiva

– Ser família monoparental (somente pai, mãe ou outro responsável legal)

– Ser idoso

– Nome negativado no SPC/Serasa

– Ter pleiteado imóvel de programa habitacional no Estado de Goiás e não ter sido contemplado (tem que estar no sistema da Agehab)

– Estar cadastrado em programas sociais do Estado de Goiás

É aceito qualquer um dos seguintes documentos para comprovar domicílio de, no mínimo, 3 anos na cidade (documento tem que ser do ano de 2018 ou anterior):

a) Título de Eleitor, comprovante de votação ou Certidão de Quitação Eleitoral

b) Carteira de Trabalho (CTPS) com registro em empresa do município

c) Certidão de nascimento de filhos ou Certidão de casamento registrados na cidade

d) Histórico/declaração escolar de qualquer membro da família

e) Histórico de Consultas Médicas

f) Fatura de água, energia elétrica ou IPTU

g) Outros documentos poderão ser aceitos, desde que emitidos por órgão oficial no ano de 2018 ou anteriores.

Serviço

Assunto: Famílias de Trindade e Senador Canedo já podem entregar documentação do Aluguel Social

Onde: Vapt Vupt de Trindade (pessoalmente, mediante agendamento), Vapt Vupt de Senador Canedo (pessoalmente, mediante agendamento) ou pelo site www.agehab.go.gov.br

Informações: (62) 3096-5005 / 5067 / 5087 – Atendimento e Coordenação de Cadastro da Agehab

Fonte: Agência Goiana de Habitação (Agehab)

- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo