- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
Goiás e EntornoEstreia do Projeto Visita Estudantil no Oscar conquista alunos

Estreia do Projeto Visita Estudantil no Oscar conquista alunos

O Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON) foi apresentado em detalhes a cerca de 40 alunos do 3º ano do Instituto Gustav Ritter, que fazem parte da primeira turma do Ensino Médio Inovador com Itinerário em Artes. O projeto Visita Estudantil Mediada no Oscar foi desenvolvido pelo Centro Cultural Oscar Niemeyer com o objetivo de apresentar o equipamento público à comunidade escolar.

Liomar Pereira de Jesus, coordenador do projeto, professor por formação, conta que a ideia nasceu de sua preocupação com o aluno. “Quando você pergunta aos jovens quem conhece o Centro Cultural, constata que pelo menos 70% deles nunca veio aqui. Então objetivo principal é trazer os alunos dessa faixa etária para conhecer o local”.

O projeto está no início, mas já conta com a parceria da Secretaria Estadual da Educação e da Municipal de Goiânia, de professores, gestores escolares, educadores e entidades da área, além de universidades, faculdades e livrarias. O Visita Estudantil visa atender ainda as escolas particulares e futuramente, abrir à comunidade em geral.

“Com a pandemia começando a ser controlada, estamos aos poucos, e com muito cuidado, implementando os projetos que planejamos para o Centro Cultural Oscar Niemeyer”, ressalta Fabrício Amaral, presidente da Goiás Turismo, que administra o espaço. Fabrício destaca que “o projeto Visita Estudantil Mediada no Oscar está colocando os espaços públicos a serviço do cidadão, como quer o governador Ronaldo Caiado”.

A visita

São cerca de duas horas de passeio para conhecer todos os espaços e um pouco da história do lugar. Tudo começa com uma mini palestra no auditório do Monumento aos Direitos Humanos, explicando como vai ser a visita, e a exibição de um vídeo mostrando o Centro Cultural. Em seguida, os alunos respondem perguntas sobre o que acabaram de ver. Quem acerta as respostas no quiz, ganha chocolate.

A partir daí, está dada a largada para a excursão cultural! Os jovens entram em todos os ambientes do prédio vermelho em formato de pirâmide e ficam sabendo a função de cada um. Em seguida, sobem as escadas para a Esplanada Juscelino Kubitschek e seguem para o próximo destino: o Museu de Arte Contemporânea. No MAC, os estudantes ouvem a explicação e podem apreciar as obras expostas, que fazem parte do acervo do CCON.

Na primeira Visita Estudantil Mediada no Oscar, realizada na quinta-feira (24/02), os estudantes do Gustav Ritter foram surpreendidos pelo ensaio da Orquestra Filarmônica de Goiás, ao qual assistiram atentos e extasiados ao chegar ao Palácio da Música Belkiss Spenziere. Com isso, eles não puderam conhecer a estrutura, nem a demonstração do mecanismo do palco e não foram ao camarim. Mas nem se importaram.

O Edifício Principal ou da Biblioteca, abriga a famosa Cobertura, que costuma ser usada como cenário de fotografias e filmagens profissionais e amadoras, pela paisagem ao fundo. Ele é o último prédio da excursão, onde os estudantes ganham um tempo para fazer suas selfies e a tradicional fotografia da turma. Antes de chegar lá, passam pelas bibliotecas adulto e infantil e pelos auditórios da edificação.

Os visitantes recebem um folheto contando um pouco da história que o Centro Cultural carrega. A publicação fala sobre o arquiteto Oscar Niemeyer, que dá nome ao equipamento público, e sua obra. Mostra as edificações que compõem o CCON, explicando as funções de cada uma delas. E traz ainda os homenageados, que nomeiam as galerias de arte, bibliotecas, o Palácio da Música, os auditórios e a esplanada.

O material impresso é uma lembrança para os alunos e um incentivo para que o conteúdo aprendido na visita abra horizontes e continue a ser trabalhado pelos professores. Ao final, os participantes respondem a uma Pesquisa de Opinião, onde podem dar sugestões, além de dizer o que acharam e se gostariam de fazer a excursão novamente.

Informação e emoção

Alunos e mestres foram unânimes a respeito da importância do passeio. Muitos deles nunca tinham ido a um equipamento cultural como o CCON. Para a professora de Língua Portuguesa Gabriela Ferreira Lopes, “o primeiro benefício da visita é justamente trazer o acesso a um espaço como esse, que parece que não, mas muitos não conhecem. Além disso, eles tiveram contato aqui com a Orquestra, algo que amplia o repertório cultural deles”.

“Esses alunos cursam o novo Ensino Médio, com formativos em arte. Eles vão sair técnicos em dança, teatro ou música. E estão tendo uma vivência prática em um ambiente de um espaço cultural onde eles puderam viver todas as linguagens. Nas artes plásticas, música, letras… Então eles tiveram oportunidade de vivenciar o que eles têm aprendido na teoria aqui com essa visita. Se não for a escola trazer, eles não têm condição de chegar até aqui”, diz Gabriela, reconhecendo a importância do projeto do Centro Cultural Oscar Niemeyer.

O estudante Vinicius Rodrigues do Amaral achou a visita bastante informativa. Segundo ele, foi muito bom conhecer a orquestra, as obras de arte e aprender um pouco como as coisas funcionam. “Acho que todo mundo teve essa mesma experiência de aprendizado e de entender melhor a arte, que foi transmitida pra gente de um jeito como nunca tinha sido antes, destaca”.

Vinícius ficou encantado com tudo o que viu. Ele só lamenta não ter muitas chances de desfrutar desse contato com o mundo artístico. “Todos os monumentos aqui deixaram uma marca na gente de que: nossa, Goiânia é uma cidade cultural, uma cidade que se importa com a arte! Mas, infelizmente isso não é acessível facilmente”, acrescenta, reclamando da falta de mais oportunidades como a Visita Estudantil Mediada no Oscar.

O auxiliar de coordenação Edson Fernandes de Souza Júnior acredita que as visitas ajudam no desenvolvimento dos jovens. “Os nossos alunos são do itinerário de artes. Que a gente saiba, é o único ensino médio no Estado de Goiás com formação técnica em teatro, música e dança. E esse tipo de visita é importante porque eles têm contato com os teatros de Goiânia”, explica.

“Ver de perto um centro cultural como esse ajuda pedagogicamente a construção e a formação dos estudantes como atores. Eles têm contato com o palco, com novas realidades. O museu de artes serve de inspiração, de base pra novos textos, criação de personagem… Então quando a gente sabe vincular o trabalho pedagógico com essa opção de espaços culturais, faz com que esses jovens, que estão em formação acadêmica, consigam exercitar a criatividade”, enfatiza Edson.

Ana Vitória Alves Costa também se entusiasmou com o passeio ao CCON.”É muito importante, é uma coisa assim que abre muitas portas!”, se empolga a estudante de teatro. “Eu achei muito legal! Esquecimento é um monstro que engole tudo, né? E aí, durante a visita, eu ficava assim: eu nunca vou me esquecer disso aqui! É muito incrível! Os espaços, a energia dos espaços… É uma coisa assim, mágica, maravilhosa!”, completa a aluna, que atende pelo nome artístico Vitória Floros.

“É emocionante sentir o entusiasmo desses jovens, a alegria deles em conhecer o espaço, saber que estamos, com esse projeto, o Visita Estudantil Mediada no Oscar, dando oportunidade de um contato com a arte que a maior parte deles nunca tinha podido ter”, completa Fabrício Amaral, presidente da Goiás Turismo.

Agendamento da Visita Estudantil Mediada no Oscar

Liomar se diz gratificado pela estreia do projeto, mesmo que a visita piloto tenha mostrado que o trabalho pode ser aprimorado. Por isso, está aberto a parcerias, inclusive com universitários de Turismo, por exemplo, que queiram ser monitores dessas visitas estudantis. A ideia, a partir de agora, é agendar visitas às terças e quintas-feiras, com grupos pela manhã e à tarde, para turmas de até 60 alunos de cada vez.

As escolas que tiverem interesse em participar de uma Visita Estudantil Mediada no Oscar, levando seus alunos do Ensino Médio, pode ligar para (62) 3201-7610 ou 3201-3421. Por esses telefones, os colégios podem marcar a data do passeio e também se informar sobre o projeto. É importante lembrar que há exigência de uso de máscara e respeito aos protocolos anti-Covid.

Agência de Turismo do Estado de Goiás (Goiás Turismo) – Governo de Goiás

Fonte: Portal Goiás

- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo