GDF vai construir nova sede para o 8º Batalhão Corpo de Bombeiros, em Ceilândia

Ceilândia terá um novo grupamento do Corpo de Bombeiros

O novo grupamento terá área construída total de 1.888,43 m², dois pavimentos com alojamentos, área administrativa, depósitos, e outros; a obra deverá começar em 45 dias e a previsão de término é de doze meses

Por Cláudio Ulhoa

O Governo do Distrito Federal (GDF) informa que será construído, em Ceilândia, a nova sede do 8º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM). A notícia já foi publicada no Diário Oficial do DF (DODF) e a iniciativa faz parte das promessas de campanha do governador Ibaneis Rocha (MDB).

Pelo projeto idealizado para a nova sede, a estrutura a ser construída contará com duas garagens equipadas com viaturas ativadas, ou seja, prontas para atendimento, amplos estacionamentos e pátio para formaturas. Além disso, o novo grupamento terá área construída total de 1.888,43 m², dois pavimentos com alojamentos, área administrativa, depósito de materiais operacionais, sala de reuniões e garagens.

Unidade terá duas garagens com viaturas prontas para atendimento, amplos estacionamentos e pátio para formaturas

“Modernizar os equipamentos de segurança pública é essencial para valorizar o trabalho dos nossos profissionais e tornar o atendimento à população cada vez mais eficiente. Agradeço ao apoio do governador Ibaneis Rocha, que sempre nos apoiou irrestritamente em nossa missão de melhorar a qualidade de vida da população”, afirma o secretário de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo.

A nova obra está orçada em R$ 5,9 milhões, dentro desse montante, já está incluso a obra de demolição da atual sede do batalhão. A obra está prevista para começar em 45 dias e a previsão de término é de doze meses.

“O batalhão foi inaugurado em 1982, as instalações atuais estão defasadas e não atendem mais a realidade atual da tropa, tanto no que diz respeito à quantidade de serviços prestados, quanto ao maior número de militares e aumento da população. Nosso compromisso é com melhores condições de trabalho da corporação e com a população de forma geral”, explica o comandante-geral do CBMDF, coronel William Bomfim.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui