GDF já tem data para retomada do funcionamento de bares, academias e escolas

Academias e salões reabrem até 8 de julho

Os primeiros a voltarem devem ser as academias e os salões de beleza; aulas e eventos esportivos retomam as atividades no final de julho e início de agosto

Informação divulgada na mídia local mostra que o Governo do Distrito Federal (GDF) tem data para a retomada de setores do comércio que estão paralisados e das aulas que também foram suspensas em razão da pandemia de covid-19. De acordo as datas divulgadas, a retomada deve acontecer primeira com as academias e os salões de beleza que estão previstos para retomar as atividades no dia 8 de julho.

Depois será a vez de bares e restaurantes, que em primeiro momento estão proibidos de oferecer música ao vivo, a data prevista para reabertura deste segmento é dia 15 de julho.

Em agosto serão retomadas as atividades escolares. Primeiro as escolas particulares, que devem voltar dia 27 de julho, e depois as públias, dia 3 de agosto. Já as creches, eventos e competições esportivas ficaram para meados de agosto, ainda sem data prevista.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) ontem disse que a reabertura é certa para os próximos meses, até porque, segundo ele, a própria população já estaria retomando suas atividades de forma independente.

“Sabemos que um confinamento não pode durar mais de 60 dias. Hoje as pessoas estão massacradas, torturadas, asfixiadas econômica e psicologicamente […] É preciso começar a voltar à normalidade” disse o governador em entrevista à imprensa local.

Covid-19

O DF começou o mês de julho com 552 mortes por covid-19, segundo dados da Secretaria de Saúde. Até no início da tarde de hoje, 1, são 49.290 pessoas contaminadas pela doença. Geralmente os pacientes são mulheres (51,7%) ante os homens (48,8%). A faixa etária mais atingida tem sido de pacientes com idades entre 30 e 49 anos.

No DF, já são mais de 49 mil pessoas infectadas pelo coronavírus

A taxa de ocupação de UTIs está alta, segundo o próprio governo. Dos 503 leitos de UTI da rede pública, 319 estão ocupados  (63,42%), e da rede privada, dos 226 leitos, 197 (89,38%) estão sendo utilizados por pacientes com covid-19.

As regiões administrativas que mais tem casos de covid-19, até o momento, são Ceilândia, com 6.459 casos; Plano Piloto, com 3.452; e Taguatinga e Samambaia, que aparecem empatadas, com 3.417.

Fonte News Black

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui