GDF autoriza retomada de eventos corporativos

GDF autoriza funcionamento de eventos corporativos como congressos, convenções e outros

Por Redação

Em novo decreto, o Governo do Distrito Federal (GDF) autoriza, a partir desta terça-feira (22), a realização de eventos corporativos como congressos, convenções, seminários, simpósios, feiras e palestras em todo o DF, com público limitado de 100 pessoas. O governo também decretou o fim de fechamento de museus que podem voltar a funcionar também a partir de hoje. Seus horários de funcionamentos serão decididos por cada museu.

Outra decisão do governo foi a mudança do processo de fiscalização que passa deixa de ser exclusivo da Secretaria DF Legal e passa ser feita por segmentos, por exemplo, nos parques, a fiscalização será feita pela Secretaria de Esportes e Lazer (SEL), já o funcionamento dos clubes recreativos e das competições esportivas será de responsabilidade do DF Legal e da SEL, em conjunto com a Vigilância Sanitária e as forças policiais.

Boates e casas noturnas, bem como todos os eventos que exijam licença do GDF continuam proibidas de funcionar.

Revogações e liberações

I – o Decreto nº 40.846, de 30 de maio de 2020, que dispunha sobre a realização de cultos, missas e rituais de qualquer credo ou religião e a reabertura de parques;

II – o Decreto nº 40.853, de 5 de junho de 2020, que proibia a utilização dos Pontos de Encontro Comunitários (PECs);

III – o Decreto nº 40.923, de 26 de junho de 2020; que dispunha sobre a retomada de treinamentos dos clubes de futebol profissional e sobre a abertura de clubes recreativos;

IV – o inciso II do artigo 2º, do Decreto nº 40.939, de 2 de julho de 2020, que suspendia os eventos esportivos no DF, inclusive campeonatos de qualquer modalidade esportiva;

V – os parágrafos 2º e 3º do artigo 2º, do Decreto nº 40.939, de 2 de julho de 2020, que suspendia o atendimento em todas as creches do DF;

VI – o número 3 do item “A”, o número 4 do item “B” e o item “I”, do Anexo Único, do Decreto nº 40.939, de 2 de julho de 2020, que proibiam a utilização de provadores de roupas e piscinas em clubes recreativos;

VII – o Decreto nº 40.982, de 13 de julho de 2020, que reconhecia as atividades religiosas como serviços essenciais para a população do DF;

VIII – o Decreto nº 41.062, de 4 de agosto de 2020, que dispunha sobre a retomada do Campeonato Brasiliense de Futebol e de outros campeonatos de futebol profissional no DF; e

IX – o Decreto nº 41.137, de 24 de agosto de 2020, que dispunha sobre a autorização para a realização de provas e eventos agropecuários no âmbito do Parque Granja do Torto de modo virtual.

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui