GDF aposta em obras públicas para sair do desemprego

GDF lança pacote de obras com previsão de entrega até o fim de 2021

Cerca de R$ 300 milhões devem ser investidos para alavancar a economia local o que pode gerar diretamente 20 mil empregos; ‘Temos uma necessidade muito grande de gerar emprego no DF’, diz Ibaneis

Por Cláudio Ulhoa

A Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) realizada em abril deste ano pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) mostrou que somente no mês de abril o desemprego saltou de 19,8% para 20,7%. Com isso, foi registrado o desemprego de 333 mil pessoas, 13 mil a mais que o mês de março.

Essa realidade já existia porém, com a pandemia ela foi intensificada. O governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), em entrevistas à imprensa local, disse inúmeras vezes que a saída para o desemprego deve ser por meio da elaboração e execução de obras públicas. “Vamos ter essa segunda onda de pandemia do emprego e da fome. Temos uma necessidade muito grande de gerar emprego no DF”, disse o governador em junho.

No mesmo dia que Ibaneis falou sobre desemprego no mês passado, ele destacou a importância do poder público de ajudar na retomada da economia no período pós-pandemia de covid-19. “Essa pandemia vai fazer com que a gente cresça no mínimo 20% o número de desempregos. Então vamos ter que trabalhar muito para poder ajudar a movimentar novamente o DF fazendo com que essas pessoas que sofrem deixem de sofrer o máximo possível”, disse o governador.

Ação

A proposta de Ibaneis voltou a ser mencionada ontem (14) quando o governador voltou a falar em investimento público para retomar a economia no DF. Segundo o governador, serão investidos nos próximos meses R$ 300 milhões em obras de infraestrutura urbana. Depois desta afirmação, o secretário de Governo do DF, José Humberto Pires, disse à imprensa local que todo esse investimento deve gerar diretamente 20 mil empregos.

O governador Ibaneis Rocha é um defensor da retomado do emprego por meio de investimentos públicos

De acordo com o secretário, as intervenções não pararam em nem um momento da pandemia. Isso, para ele, mostra que o governo está empenhado em manter um ritmo de trabalho e de execução de obras públicas para não deixar a economia desaquecer.

“Brasília não pode parar e não parou durante a pandemia. Vamos continuar com as ações para garantir a retomada da economia e a geração de renda. Algumas licitações já terão início neste mês, e todas as demais, a partir de agosto. Vamos trabalhar para isso”, afirma José Humberto.

Entre as obras que devem ser iniciadas agora no segundo semestre, segundo o secretário, está a construção de um túnel em Taguatinga, obras de desvios de trânsito necessárias para a construção das estruturas, duplicações de algumas vias do DF para desafogar o tráfego de veículos em regiões como São Sebastião, Jardim Botânico, Itapoã e Sobradinho, entre outras.

A expectativa é de que todas as principais obras estejam concluídas até o final de 2021.

Veja algumas das obras que deverão ser executadas já no segundo semestre, segundo o GDF. Sete viadutos Sudoeste, Riacho Fundo 1/Águas Claras, Recanto das Emas/Riacho Fundo 2, Sobradinho, Planaltina, Park Way/Riacho Fundo 1 e Plano Piloto

Quatro pontes 

Vicente Pires, Águas Claras, Águas Claras/Park Way e Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (SCIA)

Dez creches 

Planaltina, Ceilândia, Guará, Samambaia, Santa Maria, Vila Telebrasília, duas no Gama e duas no Recanto das Emas

Três escolas 

Itapoã, Recanto das Emas e Samambaia

15 unidades básicas de saúde (UBS) 

Riacho Fundo 2, São Sebastião, duas em Sobradinho, duas em Planaltina, três no Sol Nascente/Pôr do Sol, Vicente Pires, Recanto das Emas, duas Santa Maria, Paranoá e Samambaia

Oito restaurantes comunitários

Santa Maria, Planaltina (Arapoanga), Sol Nascente, Samambaia, Vicente Pires, Varjão, Arniqueira e Taguatinga

Sete terminais rodoviários 

Santa Maria, Itapoã, Araponga, Gama, Estrutura, Sol Nascente e Varjão

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui