Em Aparecida, governador retoma obras de 900 moradias para famílias de baixa renda

Fotos: Junior Guimarães

No total, mais de 370 mil habitantes em mais de 80 bairros serão beneficiados com a regularidade e a qualidade no abastecimento de água, e o fim da dependência de poços artesianos

“A água do [Ribeirão] João Leite vai chegar em Aparecida, garantindo qualidade e a regularidade no abastecimento. Estas são a diferença e a importância dessa obra para todas as famílias de Aparecida de Goiânia”, anunciou o governador Ronaldo Caiado, nesta terça-feira (11/08), durante primeira visita à frente de serviços da etapa 2 do Linhão Central, na cidade. “É inadmissível as pessoas viverem como viviam aqui, quando ficavam dois, três meses sem água potável e sem condições de subsistência”, complementou o líder, que autorizou o início dos trabalhos em janeiro deste ano.

A visita técnica aos canteiros de obras nos setores Residencial Storil e Independência contou com a presença do presidente da Saneago, Ricardo Soavinski, e do diretor de Operações da Companhia, Mauro Lessa. Em apenas sete meses, Caiado conferiu _inloco_ que mais de 50% do projeto já saiu literalmente do papel. Todas as etapas do sistema – Linhões Central e Sul –, depois de concluídas somarão R$ 73,7 milhões em investimentos, beneficiando mais de 370 mil aparecidenses, de mais de 80 bairros, com o fim de uma espera de décadas pelo abastecimento universal de água.

Com o sistema, o governador resolverá, de forma definitiva, a dependência que a população de algumas regiões ainda tem dos poços artesianos e até de outras formas de abastecimento. “As pessoas compravam de caminhões que forneciam água nas suas residências. É uma obra que tem uma importância enorme, tanto na área da saúde, quanto também na do meio ambiente, ao mesmo tempo em que melhora a vida das pessoas”, assinalou Caiado, que também reforçou a nova política de gestão do governo, em que a cada fase de qualquer empreendimento vencida, há medição, conferência do trabalho executado pela construtora licitada, a fim de garantir o correto uso do recurso público.

O presidente da Saneago também destacou a importância da obra. “Os linhões vão levar regularidade; essa água do João Leite vai chegar a cerca de 370 mil pessoas”, informou Soavinski sobre a conclusão do sistema que está sendo realizado. Ele informou que em janeiro do ano que vem, essa etapa 2 será inaugurada. “Está tudo correndo dentro do cronograma”, afiançou.

Prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha fez uma deferência especial a Ronaldo Caiado durante a visita técnica. “É a universalização dos sistemas de água e esgoto em nosso município. O volume de investimentos é vultuoso”, confirmou Gustavo.

Etapas

Somente o contrato da etapa no 2 do Linhão Central, visitada hoje, tem valor de R$ 27,6 milhões. Entre os bairros beneficiados estão Conde dos Arcos, Independência, Industrial Santo Antônio, Parque Hayala, Polo Empresarial de Goiás (2ª Etapa), Veiga Jardim (parte) e Vila Oliveira, abrangendo um total de 52 mil habitantes.

Além deste trecho, estão em andamento os trabalhos nas etapas 1 e 3 do Linhão Central e no Linhão Sul. O contrato deste último, no valor de R$ 25,3 milhões, prevê a implantação de centros de reservação, estação elevatória, redes de distribuição e adutoras, que vão atender 203 mil pessoas.

Já a etapa 1 do Linhão Central, com investimentos de R$ 7,1 milhões, abrange a ampliação do Booster Cascalho, responsável por incrementar em 200 litros por segundo a vazão de água para a Região Sul de Goiânia e Norte de Aparecida de Goiânia.

Por fim, a etapa 3 do Linhão Central conta com investimentos de R$ 13,7 milhões e se refere à construção do Centro de Reservação Veiga Jardim, estações elevatórias de água tratada e redes de distribuição. O trecho beneficiará uma população de 117 mil habitantes, sendo que parte da rede de distribuição de água do Parque Amazônia já está sendo atendida.

O Sistema de Linhões da Saneago é um conjunto constituído por redes de distribuição, adutoras, centros de reservação e boosters, que levará água do Sistema Produtor Mauro Borges para abastecer a população de Aparecida de Goiânia. Por ser uma obra complexa, foi dividida em etapas. A previsão é de que todos os linhões estejam concluídos até 2024.

Acompanharam a vistoria das obras da Saneago os secretários estaduais Andrea Vulcanis (Meio Ambiente) e Comunicação (Tony Carlo), além dos deputados federais Glaustin da Fokus e Zacharias Calil; e de vereadores de Aparecida e lideranças da região.

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui