- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
EconomiaSicredi torna-se 10º banco integrado ao Portal Gov.br

Sicredi torna-se 10º banco integrado ao Portal Gov.br

Os cerca de 4,5 milhões de associados ao Sicredi podem ter acesso direto a serviços públicos digitais com a mesma senha do aplicativo da instituição. A cooperativa de crédito tornou-se a 10ª instituição financeira a ser integrada ao Portal Gov.br.

Além do Sicredi, estão associadas à plataforma as seguintes instituições: Banco do Brasil, Caixa, Bradesco, Banrisul, Santander, BRB, Sicoob, Itaú e Agibank. O login por meio da senha do banco oferece nível de segurança prata no Portal Gov.br, o que possibilita acesso a serviços como o Sistema de Valores a Receber, do Banco Central, a declaração pré-preenchida do Imposto de Renda e a carteira digital de trânsito.

Além da União, o Distrito Federal e oito estados estão integrados à plataforma. No início de maio, o Portal Gov.br superou a marca de 100 milhões de pessoas cadastradas. Atualmente, a plataforma fornece acesso a 4.879 serviços públicos, dos quais 3.931 (80,6%) são completamente digitais.

Nos estados e nos municípios que aderiram ao portal, o usuário pode ter o acesso ao Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), arrecadado pelos estados. Também é possível regularizar as dívidas com os governos locais e a obter serviços associados ao fornecimento de água e saneamento básico.

A Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia, responsável pela plataforma gov.br, informa que o acesso por meio do aplicativo é seguro. Com a integração, o governo tem acesso apenas ao nome completo, Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), telefone e e-mail do usuário.

Como acessar

Ao acessar sites ou aplicativos governamentais que permitam a autenticação por meio da opção gov.br, o cidadão será direcionado a uma tela que apresentará o item “Bancos Credenciados”. Ao acioná-lo e selecionar o Sicredi, por exemplo, entre as instituições, será direcionado para o ambiente do sistema cooperativo, onde informará suas credenciais de acesso e receberá uma mensagem no aplicativo.

Após esse processo, o correntista é convidado a aprovar o compartilhamento dos dados pessoais. Ao final dessa etapa, o cooperado será direcionado ao serviço que acessou originalmente já de forma identificada. O compartilhamento da senha do banco com o Portal gov.br pode ser desfeito a qualquer momento.

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo