- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
DestaquesIbaneis participa do 23º aniversário da sede do Conselho de Pastores Evangélicos...

Ibaneis participa do 23º aniversário da sede do Conselho de Pastores Evangélicos do DF

Evento, acompanhado por centenas de pessoas, foi marcado pela fala do governador que lembrou o papel social que as igrejas têm na sociedade

Por Cláudio Ulhoa

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), foi um dos presentes, na noite desta segunda-feira (6), do 23º aniversário da sede do Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal (Copev-DF), na Estrutural. Em sua fala, como já tem sido habitual, o governador reconheceu o papel social das igrejas e destacou a importância que elas têm para o desenvolvimento da sociedade, em especial, com as famílias e pessoas menos favorecidas.

O evento, que foi marcado pela presença de centenas de pessoas, é um dos encontros mais importantes para o segmento religioso e foi acompanhado por outras autoridades, como o próprio presidente do Copev-DF, Josimar Francisco da Silva, além de membros da Assembleia de Deus das Oliveiras e de líderes religiosos e fiéis da região.

“A igreja chega em locais onde o governo não consegue chegar. O governo tenta chegar com todos os programas sociais, com toda a questão social, mas as igrejas chegam em locais onde não chegamos”, explicou o governador ao discursar no evento.

Em outra momento, Ibaneis lembrou que o serviço religioso vai além das questões sociais, dando também um conforto espiritual às pessoas. “Abrimos os nossos corações para as igrejas com a certeza de que todos só querem o bem desta cidade. Não dá para tratar mal quem só quer o bem. Por isso abrimos as portas do nosso governo para todas as religiões”, afirma.

Por sua vez, o presidente do Copev-DF falou sobre o apoio que tem recebido do governo local e enfatizou que a atual gestão tem tido um canal direto com as lideranças religiosas no sentido de tentar ajudar os serviços sociais oferecidos pelas igrejas.

“Foi um grande apoio do governo para todas as religiões manter as igrejas abertas na pandemia. Foi uma decisão sensata, nós cumprimos à risca os protocolos, e graças a esse feito, é que mantivemos as igrejas funcionando. Se não, muitas delas estariam fechadas e não teriam desenvolvido o seu papel social”, disse Josimar Francisco da Silva.

Após participar do evento na Estrutural, o governador se direcionou para Vicente Pires, onde se reuniu com membros do Grupo Central das Igrejas Independentes, também de público evangélico.

- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo