- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
DestaquesForça-tarefa fiscaliza realização de festas carnavalescas que estão proibidas no DF

Força-tarefa fiscaliza realização de festas carnavalescas que estão proibidas no DF

Forças de segurança e os órgãos do GDF estão nas ruas desde sexta-feira (25) fiscalizando áreas públicas e estabelecimentos comerciais para coibir possíveis aglomerações

Por Cláudio Ulhoa

Com a terceira onda da pandemia de covid-19, o governo local decidiu por proibir festas ou qualquer tipo de evento que possa levar as pessoas a se aglomerarem para festejar o Carnaval. A decisão, que está respaldada no decreto nº 42.898, segue valendo até amanhã (1) e conta com o trabalho conjunto das as secretarias de Segurança Pública (SSP), de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal) e de Transporte e Mobilidade (Semob), além das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Detran, Brasília Ambiental, Procon e Vigilância Sanitária.

“São ações de fiscalização, principalmente de eventos carnavalescos, seja em área pública, seja em área privada, porque os eventos de Carnaval estão proibidos mesmo que sejam realizados em bares e restaurantes. O estabelecimento que insistir [na realização dos eventos carnavalescos] será multado. Se houver aglomeração, corre o risco de ser interditado. Se o show ou o evento não tiver característica de carnaval, ele pode acontecer, desde que seja gratuito e observe os protocolos sanitários”, ressalta o subsecretário de Fiscalização de Atividades Econômicas da DF Legal, Francinaldo Oliveira.

Segundo o governo, até sábado (26), houve 82 vistorias em estabelecimentos comerciais. Foram aplicadas 31 multas por motivos de aglomeração e falta de protocolo, além de, 25 interdições por descumprimento dos decretos de combate à covid-19. Por poluição sonora, foram multados 32 estabelecimentos.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista membro da Associação Brasileira de Portais de Notícias – ABBP

- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo