DF foi o estado no país que mais realizou teste, constata pesquisa do IBGE

DF é unidade da Federação que mais faz testes no país

A pesquisa mostra que cerca de 594 mil pessoas fizeram teste para saber se estavam infectadas com o novo coronavírus no DF; dos 185.394 casos de covid-19 no DF, 173.721 (93,7%) se recuperaram da doença

Por Redação

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid-19, divulgada nesta quarta-feira, 23, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que o Distrito Federal é a unidade da Federação que mais realizou testes de covid-19. Segundo a pesquisa, cerca de 594 mil pessoas fizeram teste para saber se estavam infectadas com o novo coronavírus no DF. Esse número representa 19,4% da população da capital. Para comparação, no Brasil, a pesquisa mostra que 8,5% da população foi testada.

Outra constatação é de que também houve aumento de 2,7% entre testes realizados no DF entre julho e agosto. De acordo com o IBGE, até agosto, 269 mil moradores realizaram o teste RT-PCR, que mostraram resultados positivos em 30%, e 261 mil realizaram o exame de sangue, com 9,9% positivos. Houve ainda houve 156 mil exames de sangue, com 19,7% positivos.

A pesquisa observou ainda que a maioria da população no DF que buscou fazer exames para detecção de covid-19 são pessoas que possuem curso superior. “Entre a população com ensino superior completo ou pós-graduação, o percentual estimado de pessoas testadas no DF chegou a 35% em agosto (272 mil); entre as pessoas com rendimento de quatro ou mais salários mínimos, foi de 30% (135 mil)”, dizo IBGE.

Atualizações

O último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do DF (SES-DF) informa que até às 18 horas desta terça-feira (22) a capital tinha atingido a marca de 185.394 casos de covid-19. Desse total, 173.721 (93,7%) estão recuperados da doença.

93,7% dos infectados com covid-19 no DF se recuperaram da doença

O número de mortes por covid-19 estava ontem em 3.131, sendo que 255 são residentes de outros estados, sendo 239 de Goiás (entorno), dois do Amapá, três da Bahia, seis de Minas Gerais, dois do Rio de Janeiro, um de São Paulo, um do Tocantins e um de Roraima.

Entre as regiões que mais possuem casos e mortes está Ceilândia em primeiro lugar, com 22.636 contaminados e 571 óbitos; depois vem Taguatinga, com 15.199 infectados e 317 mortes; e em terceiro, está Samambaia, com 12.011 casos confirmados e 243 mortes – o Plano Piloto tem mais contaminados (14.612), mas tem menos mortos, 211.

Fonte News Black

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui