De janeiro a março, o número de jovens internados por covid-19 com até 24 anos aumentou 3.600%, diz GDF

Jovens com até 24 anos internados por complicação da covid-19 no DF aumenta

Por outro lado, o número de idosos com idade acima de 80 anos internado teve redução de 9,01%; governo publica amanhã novas alterações no decreto que suspendeu atividades comerciais

Por Cláudio Ulhoa

O secretário de Casa Civil do Governo do Distrito Federal, Gustavo Rocha, falou durante entrevista coletiva, nesta segunda-feira (12/4), que a taxa de internação por complicações por covid-19de jovens com idade até 24 anos aumentou 3.600% entre janeiro e março deste ano. A constatação foi feita com dados da Companhia de Planejamento do Distrito Federal e confirma o que as autoridades locais de saúde já tinham alertado, ou seja, as novas cepas do novo coronavírus incidem mais sobre os jovens.

“É importante que os jovens entendam que eles não estão livres da doença. Eles precisam ter os cuidados necessários porque eles podem vir a contrair a doença e podem chegar a ser internados”, enfatizou o secretário.

Por outro lado, os dados também mostram que a vacinação contra a doença já começa a surtir efeito. Segundo Rocha, o número de internação de idosos com idade acima de 80 anos caiu, entre janeiro e março deste ano, 9,01%.

Outra informação repassada pelo secretário foi com relação à taxa de transmissão do vírus que desde domingo se encontra em 0.87. “Isso é importante porque o índice de transmissão impacta diretamente na ocupação de leito, internação das pessoas.”

Ainda segundo Rocha, houve redução, nos últimos sete dias, no número de casos ativos, na média de contaminados e também na fila de espera por leitos de UTI. “Isso demonstra a redução do contágio com base nas medidas restritivas que foram determinadas pelo governador”, lembrou secretário.

Vacinação

Ao falar sobre a vacinação das pessoas com 66 anos, o secretário frisou o fato de que 76% desse público já tomou a primeira dose no final de semana. Já com relação à imunização do público-alvo, Rocha garante que cerca de 97% já foram vacinados com a primeira dose.

Segundo dados da Secretaria de Saúde do DF, 76% dos idosos 66 anos já tomaram a primeira dose no final de semana

“É importante destacar que tanto a Astrazeneca e Coronavac são duas doses. Enquanto o percentual de primeira dose está muito elevado, por sua vez, o percentual de segunda dose está baixo, está em 4,34%”, disse.

Com relação ao estoque de insumos, o secretário assegurou que “há estoque, tanto de medicamento quanto de oxigênio, para atender a demanda do Distrito Federal”.

Decreto

A partir desta terça-feira (13/4), quando será publicado no Diário Oficial do DF, o governador, Ibaneis Rocha (MDB), irá permitir algumas alterações no decreto 41.913 que institui medidas restritivas nas atividades comerciais e de serviços não essenciais.

Segundo Rocha, com a nova determinação passa a ser autorizada competições esportivas profissionais após as 22h, sem participação de plateia; venda de bebidas alcóolicas passa de 20h para 21h; bares e restaurantes passam a funcionar até 21h, atualmente só é permitido até às 19h; e autoriza o uso de embarcações marítimas nos clubes, sendo que as embarcações precisaram ter apenas 50% de ocupação, ficando vedado a junção de lanchas.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui