Clubes vão ser autorizados a abrirem saunas, espaço para churrasco e salões de festas a partir de hoje (18), diz secretário da Casa Civil do DF

Taxa de transmissão do novo coronavírus, nesta quinta-feira (17), está em 0.97

O governo publicou decreto autorizando tal medida, que também permitirá a retomada de cursos profissionalizantes, uso de catracas em academias, entre outros

Por Cláudio Ulhoa

O secretário da Casa Civil do Distrito Federal, Gustavo Rocha, antecipou, durante entrevista coletiva à imprensa, nesta quinta-feira (17/6), que o governador Ibaneis Rocha irá assinar um decreto, na sexta-feira (18), autorizando os clubes recreativos, desde que respeitem as medidas sanitárias, possam reabrir as áreas coletivas, como sauna, espaço das churrasqueiras e de festas.

O novo decreto também trará determinações para as escolas, que devem retomar as aulas presenciais em agosto. Conforme ressaltou o secretário, estava estabelecido que as carteiras nas salas de aulas precisariam ficar afastadas por 1,5 metros, mas, o Ministério da Educação determina o espaçamento de 1 metro, o que será modificado no decreto de manhã.

Outra mudança que será decretada é com relação às academias de ginástica, que estavam sem utilizar as catracas para conferir entrada e saída dos usuários, agora poderá voltar a utilizá-las desde que não seja usado o sistema de biometria.

O novo decreto permitirá ainda, segundo Gustavo Rocha, que cursos profissionalizantes e capacitação voltem a funcionar, desde que respeitem as exigências sanitárias. O mesmo ocorrerá com a contratação de pessoas com comorbidade e com idade acima de 60 anos, que poderão voltar ao trabalho, desde que estejam vacinadas com às duas doses.

Ao falar sobre o cenário da pandemia atualmente, Gustavo Rocha destacou que o índice de transmissão do novo coronavírus está, nesta quinta-feira, em 0.97. Já a fila de espera – para quem aguarda para saber se está ou não covid-19 – para um leito de UTI-covid se encontra com 23 pessoas, para 19 leitos vagos.

Governo informa que houve queda na taxa de internação e de óbitos, de março a maio, em todas as faixas etárias

Com relação às pessoas vacinadas, o secretário destacou o público de 55 a 59 anos, que apresentou um aumento de 36.9% na procura por vacinas, essa faixa etária estava tendo resistência em se vacinar. Houve ainda também na procura por vacinas para as pessoas com 50 e 54 anos.

“É importante divulgarmos esses dados para que as pessoas entendam a importância da vacinação e mostrar também que está havendo um aumento na procura pela imunização”, lembrou o secretário.

Após a vacinação, o número de óbitos, conforme observou Rocha, tem caído em todas as faixas etárias. De março a maio, por exemplo, as pessoas com 80 anos ou mais, tiveram redução de 33%.

“Isso reflete também em todas as faixas etárias. Fazendo um cômputo geral de todas as faixas, comparando entre maio e abril, houve queda de 20% e comparando maio a março uma queda geral de 42%”, afirmou Gustavo Rocha.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui