CLDF deve apreciar Refis que permite renegociação de dívidas com empresas no DF

GDF tenta conseguir por meio do programa o resgate de dívidas de empresas e pessoas físicas junto ao Executivo como forma de fomentar a economia local

Uma das formas encontrada pelo Governo do Distrito Federal (GDF) para melhorar as condições econômicas no DF deve ser a elaboração de um Programa de Incentivo à Regularização Fiscal do DF (Refis-DF). O governo já tentou fazer o programa – que precisa ser aprovado pela Câmara Legislativa do DF (CLDF) –, mas foi derrotado em plenário. Agora, a expectativa é que o assunto volte outra vez à pauta da Casa.

O governo acredita que tem uma base mais sólida na CLDF para que haja a aprovação do programa, que, na prática, renegocia dívidas de empresas e pessoas físicas junto ao GDF. A ideia é facilitar o pagamento dos débitos como uma forma de não os perdê-los para a inadimplência, que deve ser mais alta em tempos de pandemia.

Muitas empresas, que podem contribuir para a retomada da economia, estão endividadas e, por isso, ficam impedidas de fazer investimentos, contratar mão e obra, e até mesmo pagar seus impostos em dia. O governo acredita que restabelecer novas formas de pagamento a essas empresas devedoras, pode ser uma forma de recuperar um pouco do que atualmente está perdido pela impossibilidade real de muitas empresas não conseguirem sanar seus débitos.

“O governador vai se reunir com distritais para tratar de projetos importantes para o DF. Entre eles, está o Refis, com retorno ainda neste ano, porque ele permite ajudar empresas a se recuperar nesse momento de pandemia, ter certidões negativas para buscar financiamentos e permite ao governo recuperar créditos que não conseguiria de outra forma”, informa a Secretaria de Economia.
O Refis é uma demanda do setor produtivo do DF há anos. Mas ele também atinge a pessoa física.

Fonte News Black

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui