CLDF aprovou PL que dá direito às pessoas albinas de se tratarem na rede pública de saúde

Pessoas albinas devem ter tratamentos dermatológico e oftalmológico assegurados

Por Cláudio Ulhoa

A Comissão de Educação e Cultura aprovou o PL 1.758/2021 que dá acesso às pessoas albinas a um tratamento dermatológico e oftalmológico na rede pública de saúde. Conforme estabelece o projeto, fica estabelecido que toda pessoa albina tenha direito a atendimento dermatológico, inclusive aos medicamentos essenciais e a tratamentos como crioterapia e terapia fotodinâmica. Assegura ainda o atendimento oftalmológico especializado, assim como às lentes especiais e aos recursos necessários para o tratamento da baixa visão e da fotofobia.

Também fica garantido o acesso a protetor solar de diversos fatores, à fototerapia, principalmente para lesões da face e tronco, e a tecnologias como o laser, bem como a técnicas cirúrgicas.

O projeto agora seguirá para apreciação das comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e Economia, Orçamento e Finanças (CEOF), antes de ir a plenário.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui