CLDF aprova indicados à direção executiva do BRB

Comissão aprova indicações para diretoria do BRB

Os nomes foram propostos pelo governador Ibaneis Rocha e vão ocupar as cadeiras de diretor-presidente da BRB Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários e de diretor-presidente da BRB Crédito Financeiro e Investimentos

Por Redação

A Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovou a indicação de Alexsandra Camelo Braga para o cargo de diretora-presidente da BRB Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S. A (DTVM), e de Carlos Antônio Vieira Fernandes como diretor-presidente da BRB Crédito Financeiro e Investimentos S.A. Os dois nomes foram indicação do governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), e a escolha aconteceu após duas horas de sabatina transmitida pela TV WEB da CLDF.

Participaram da sabatina, o presidente da CEOF, Agaciel Maia (PL), e o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, além de outros distritais. Na exposição dos currículos, nota-se que tanto Alexsandra quanto Carlos Antônio são profissionais com formação técnica nas áreas em que irão atuar. Esse foi também o requisito pelo qual se deu a escolha dos nomes, por isso, em seu juramento, a diretora-presidente da BRB Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S. A (DTVM), fez questão de lembra sua experiência com instituições financeiras.

“Comprometo-me a cumprir com os desafios a mim atribuídos com igual entusiasmo e com a mesma conduta que sempre demostrei ao dedicar-me aos mais de 17 anos de atuação no sistema financeiro, e utilizar minha experiência e liderança de equipes para construir uma DTVM sólida, íntegra e rentável a fim de gerar valor ao acionista e a toda sociedade do DF”, afirmou Alexsandra.

Lucro líquido do BRB cresce 27,7% e atinge R$ 205,5 mi no primeiro semestre

Ela possui formação em engenheira civil e é pós-graduada em Desenvolvimento Gerencial e em Administração Financeira e Mercado de Capitais. Além disso, Alexsandra Braga já trabalhou como diretora de Administração, Finanças e Relacionamentos com Investidores da Caixa Seguridade e como vice-presidente de Riscos da Caixa Econômica Federal. Alexsandra é servidora de carreira da Caixa.

O outro escolhido, Carlos Antônio, também é servidor de carreira da Caixa Econômica e tem experiência em gestão, pois foi diretor-presidente da Fundação dos Economiários Federais (Funcef), e secretário-executivo do Ministério das Cidades e do Ministério da Integração Nacional. Esse último cargo ele o ocupou sob a gestão do governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). E, por isso, Carlos Antônio foi indagado pela distrital Julia Lucy (Novo), que quis saber se ele era filiado a algum partido político. “A minha dedicação não está vocacionada apenas na minha experiência, mas sim no que eu vejo de tão positivo e profícuo que está sendo construído nesta instituição”, respondeu.

Carlos Antônio é graduado em Estudos Sociais, e já cursou Ciências Econômicas e Contábeis. Possui MBA em Estratégias Empresariais e em Executivo Internacional pelo Instituto Amana-Key.

Durante sua fala, Carlos Antônio ressaltou a importância do BRB para a sociedade do DF em razão dele ser um banco público. “Por sermos um banco público, certamente a sociedade ganha com esta gestão da forma como está sendo conduzida, porque os frutos disso são distribuídos pela sociedade”.

O BRB passa por uma fase de resultado positivo, tanto no âmbito social quanto no institucional. Primeiro, porque o programa lançado para amenizar os impactos causados pela pandemia de covid-19 cumpriu, segundo o presidente da instituição, com o que propusera. Depois, porque o banco divulgou na semana passada seu lucro líquido referente ao primeiro semestre deste ano. No balanço, o BRB teve lucro líquido recorrente de R$ 205,5 milhões, um crescimento de 27,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui