Centro Especializado de Saúde da Mulher é inaugurado no DF

DF ganha clínica da mulher com capacidade para 3,7 mil atendimentos por mês

O espaço é o primeiro a ser construído na capital federal e deve realizar mais de 2,5 mil consultas médicas por mês; o governador Ibaneis Rocha e a primeira-dama Nayara Noronha participaram da cerimônia de inauguração

Por Redação

O primeiro Centro Especializado de Saúde da Mulher (Cesmu) no Distrito Federal foi inaugurado na manhã desta segunda-feira, 26, pelo governador Ibaneis Rocha (MDB). Em conjunto com o Serviço de Assistência Integral à Saúde da Mulher, o Cesmu tem o objetivo de realizar atendimentos especiais a mulheres, como consultas a pacientes com suspeita de câncer ginecológico, que já tenham sido tratadas para outros tipos de neoplasias malignas, bem como mulheres em situação de violência que apresentem comorbidades clínicas como obesidade, diabetes, lesões cutâneas decorrentes de tratamento de câncer, hiper/hipotireoidismo, entre outras.

“Faltava um centro de atendimento à mulher que desse essa qualidade no atendimento e os encaminhamentos corretos para que a gente possa ter a cura não só do câncer, mas de outras doenças que afligem as mulheres do DF”, disse Ibaneis.

O centro vai cuidar de diferentes perfis, como o daquelas que tratam ou têm suspeita de câncer ginecológico, ou sofrem situação de violência

A unidade do Cesmu está localizada no Plano Piloto, na Quadra 514 da Asa Sul. A meta é que o espaço oferece 2.800 consultas médicas por mês, sendo que, para isso, o Centro contará com uma equipe forma por 900 profissionais de saúde. Entre os profissionais que compõem a equipe, há especialistas em ginecologia, enfermagem, endocrinologia, dermatologia, psicologia, serviço social, nutrição, mastologia com treinamento em biópsia mamária, homeopatia e acupuntura.

“O Estado precisa reconhecer o valor da mulher. Quando isso acontece a gente tem que valorizar mesmo o cuidar da mulher, dar atenção. Então, se a gente quer realmente dar um desenvolvimento para esse segmento é importante manter espaços como esse. Uma cidade para evoluir ela precisa reconhecer a importância da mulher”, afirmou a secretária de Desenvolvimento Social do DF e primeira-dama, Nayara Noronha.

Infraestrutura

Antes de ser inaugurado, o Cesmu passou por reforma e adaptações. De acordo com a Secretaria da Mulher, que é responsável por coordenar o Centro Especializado, a construção foi toda planejada, com a construção de banheiros anexados a consultórios para consulta em ginecologia; instalação de bancadas, armários e instalação de isolamento acústico, entre outros. A pasta também informa que, o espaço conta ainda com 15 consultórios, uma sala para a realização de exames para o apoio diagnóstico, uma sala de vacinas e uma para a triagem dos pacientes. O custo da obra foi orçado em R$ 50 mil.

“Entregar obras e um espaço importante como esse, relacionado à saúde da mulher, mas que não diz respeito à pandemia, e sim de atendimento integrado. A mulher neste governo é importante”, reforça a secretária da Mulher do DF, Ericka Filippelli.

Além das consultas s e serviços, o Cesmu também vai abrigar alguns ambulatórios especializados que foram deslocados do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), hospital de referência para a doença.

Ainda durante a inauguração do Centro Especializado, o governador também anunciou a abertura de um moderno Centro de Radioterapia do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) e do Hospital Oncológico de Brasília, que terá investimento de R$ 119 milhões, e está em fase de licitação.

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui