Cartão Prato Cheio libera créditos para beneficiários

Cartão Prato Cheio: GDF começa a liberar crédito para beneficiários

São parcelas de R$ 250 que devem atender a mais de 30 mil famílias; têm direito ao Cartão Prato Cheio aquelas pessoas com renda familiar igual ou inferior a meio salário mínimo

Por Cláudio Ulhoa

A Secretaria de Desenvolvimento Social do Distrito Federal (Sedes-DF) começou, nesta quarta-feira (30/6), a liberar as parcelas para os beneficiários do programa Cartão Prato Cheio. Os créditos, que são de R$ 250, já foram depositados e as famílias assistidas já podem realizar comprar em supermercados, padarias e açougues.

Ao todo, o governo destinou cerca de R$ 8.741.500 para o programa, que tem como foco aquelas pessoas com renda familiar igual ou inferior a meio salário mínimo, por cada morador da residência. Conforme a Sedes-DF, de janeiro a maio deste ano, cerca de R$ 39.924.500 foram desembolsados pelo governo do DF para recarregar os cartões do programa Prato Cheio.

O recurso foi destinado ao abastecimento de 159.698 cartões, no valor de R$ 250 para compras na função débito em estabelecimentos alimentícios

“O Cartão Prato Cheio é temporário para garantir assistência às famílias que realmente precisam. Cessando a situação de risco social, o recurso do benefício é destinado a outro beneficiário que passa por dificuldade. Por isso, é necessário que seja reavaliado por uma equipe socioassistencial periodicamente”, explica a titular da Sedes-DF, Nayara Noronha.

O saldo é disponibilizado por meio do aplicativo BRB Social, oferecido pelo Banco de Brasília.

Para ter direito ao benefício, a pessoa precisa viver no DF e estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) ou no Sistema Integrado de Desenvolvimento da Sedes. Famílias chefiadas por mulheres com crianças de até 6 anos, com pessoas com alguma deficiência ou idosas e pessoas em situação de rua, acompanhadas por equipes da assistência social e em processo de saída de rua têm prioridade.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui