Caesb inicia troca de ramais de distribuição de água em todo o DF

Caesb vai substituir ramais de água em todo o DF

Iniciativa deve seguir até fevereiro de 2022 e começa a ser feita em Ceilândia, Gama e Jardim Botânico; Companhia pede compreensão à população sobre possíveis transtornos, em razão das obras, e alerta que intervenções nas casas só pode ser feita por funcionários corretamente identificados

Por Redação

Todos os ramais de distribuição de água do Distrito Federal deverão ser trocados até fevereiro de 2022. A informação foi anunciada pela Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb), nesta quarta-feira (18), quando começou a implementar o Plano de Manutenção Preventiva Programada de Substituição de Ramais. Na prática, a Companhia vai substituir de 20 a 30 mil ramais prediais de água até 18 de fevereiro de 2022.

“O objetivo é melhorar as redes e os ramais de distribuição de água (instalação que liga a rede geral de água da rua com a rede interna do imóvel) em todo o DF, diminuindo vazamentos e, consequentemente, o índice de perdas da companhia, o que resultará em maior confiabilidade do sistema”, garante a Caesb.

Outras medidas também devem ocorrer nos próximos dias pela Companhia, como o levantamento de dados, manutenção de redes de água, inspeções e pesquisa de vazamentos. A Caesb ressalta que para fazer serviços externos, em alguns casos, vias podem vir a ficar interditadas em razão da recomposição de pavimentação asfáltica. Já em casos de serviços internos, nas residências, a companhia deve realizar a recomposição de calçadas, muretas e paredes.

“A implementação adequada e completa dessas melhorias resultará em maior eficiência do sistema. Por isso, a Caesb pede a colaboração de todos os moradores durante o processo”, ressalta o superintendente de Operação e Manutenção de Redes Oeste-Sul da Caesb, Mauro Laerte.

Primeira etapa dos trabalhos acontecerá no Gama, em Ceilândia e no Jardim Botânico

As primeiras regiões administrativas a receberem os serviços serão a QNP 05, em Ceilândia; as quadras 10 e 12 do Setor Sul do Gama; e o condomínio Solar de Brasília, no Jardim Botânico.

Atenção

A Caesb lembra que como os serviços internos precisam, em alguns casos, acessar a residência do morador, toda solicitação nesses casos é feita por um funcionário da empresa devidamente uniformizado e com crachá de identificação.

Em caso de não haver pessoas na residência, os funcionários deixaram um comunicado informando sobre o comparecimento com as devidas instruções de procedimento.

Outras informações podem ser obtidas por meio da Central de Relacionamento com o Cliente, pelo número 115, Escritório Online no site www.caesb.df.gov.br ou Postos de Atendimento localizados no Na Hora.

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui