Caem internações e óbitos de idosos com 75 anos ou mais por covid-19

Em abril, até o momento, apenas 7 idosos com mais de 80 anos precisaram de internação em UTI e 19 entre 75 e 79 anos | Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

Redução de novos casos foi de 62% em um mês, após o início da vacinação para o público nesta faixa etária

A Secretaria de Saúde registrou queda de 62% nos registros de novos casos de covid-19 em idosos com 75 anos ou mais, comparando os meses de março e abril de 2021. Quando se refere ao número de óbitos, a queda foi de 87%, considerando o mesmo período.

“Estamos avançando na vacinação à medida que recebemos mais doses do Ministério da Saúde. Esse percentual de queda pode estar associado ao aumento de idosos vacinados, gradativamente, nas últimas semanas. Esperamos que esse número se reduza cada dia mais”Osnei Okumoto, secretário de Saúde

O Painel Covid-19 informava, até a noite da última quinta-feira (22), 1.545 óbitos de idosos com 75 anos ou mais no Distrito Federal no mês de março e 590 em abril. Quanto aos óbitos, passou de 338 em março para 44 este mês. Os dados refletem o cenário atual da vacinação contra a covid-19, que passou a contemplar o público com 75 anos ou mais desde o dia 4 de março.

Os idosos com 80 anos ou mais começaram a ser imunizados no dia 1º de fevereiro. Para o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, a vacinação pode ser considerada como um dos fatores mais importantes para essa redução. “Estamos avançando na vacinação à medida que recebemos mais doses do Ministério da Saúde. Esse percentual de queda pode estar associado ao aumento de idosos vacinados, gradativamente, nas últimas semanas. Esperamos que esse número se reduza cada dia mais”, considera.

A partir do mês de março, observa-se redução nos índices de internações. Durante todo o mês, 53 pessoas com 75 anos ou mais necessitaram de cuidados intensivos, uma queda de 15,87% comparado ao mês anterior | Imagem: Reprodução/Agência Saúde

Internações em UTIs

As internações em UTIs de idosos com 75 anos ou mais também continuam em queda. Em janeiro, quando ainda não havia vacinação contra covid-19 para esse público, 39 pessoas, sendo 22 maiores de 80 anos e 17 entre 75 e 79 anos, estiveram internadas em unidades de terapia intensiva.

Em fevereiro, quando se iniciou a vacinação para quem tem 80 anos ou mais, o número aumentou para 63 internações, sendo 38 na faixa etária acima dos 80 anos e 25 entre 75 e 79 anos.

Entretanto, no mês de março observa-se redução nos índices de internações. Durante todo o mês, 53 pessoas com 75 anos ou mais necessitaram de cuidados intensivos, uma queda de 15,87% comparado ao mês anterior. A redução foi maior quando se considera somente o público com mais de 80 anos, com queda de 47,37%. Esse número pode estar associado à vacinação desse público, pois no dia 1º de março completava um mês do início da aplicação de vacinas em idosos a partir dessa idade.

Em abril, até o momento, apenas 7 idosos com mais de 80 anos precisaram de internação em UTI e 19 entre 75 e 79 anos. Isso representa uma queda de 65% e 42,42%.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, ressalta a importância da vacinação no atual cenário em que o mundo vive. “Percebemos claramente a importância da vacinação para o enfrentamento da pandemia, seja no quesito internações hospitalares, seja na redução do número de novos casos e, principalmente, na diminuição de óbitos”, destacou Okumoto, ressaltando a importância do trabalho dos profissionais de saúde nesse processo.

*Com informações da Secretaria de Saúde

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui