Cadastramento de profissionais da saúde para vacinação contra covid-19 encerra amanhã (1)

Taxa de transmissão do coronavírus no DF, nesta segunda-feira, é de 0.99

Muitos profissionais que tiveram seus nomes indicados pelos conselhos ainda procuraram os postos para se vacinar; na sexta (4), governo começa vacinar pessoas com idade acima de 59 anos

Por Cláudio Ulhoa

O Distrito Federal começará, nesta sexta-feira (4/5), a vacinação contra a covid-19 de pessoas com idade acima de 59 anos sem comorbidade. A informação foi transmitida hoje (31/5), pelo secretário da Casa Civil do Governo do DF, Gustavo Rocha, durante entrevista coletiva. Segundo o secretário, a imunização desse público será possível porque a Secretaria de Saúde deve receber nova remasse de vacinas nesta quinta-feira (3/5).

Também na sexta começará a vacinação de pessoas com comorbidades que tenham idades entre 18 e 25 anos. Já nesta terça-feira (1/5), começará o cadastramento da vacinação para pessoas com deficiência.

Nesta segunda, a taxa de transmissão do novo coronavírus está em 0.99, o que é considerado estável pelas autoridades, visto que a meta é ficar abaixo de 1. Conforme o secretário da Casa Civil, há, no momento, cerca de 16 pessoas a lista de espera para leitos de UTI-covid, porém, há disponível 24 leitos vagos.

“Essas 16 pessoas não são pessoas que estão desassistidas, são pessoas que estão sendo tratadas, mas na grande maioria das vezes está aguardando confirmação se tem ou não covid-19”, explicou Rocha.

Outra informação destacada pelo secretário foi com relação à vacinação dos aeroportuários que, segundo Rocha, está prevista para começar na próxima semana. Os pontos de vacinação para esse público será a Praça dos Cristais – no Plano Piloto – e na Unidade Básica de Saúde (UBS) 2 – no Guará.

Profissionais da saúde

Segundo alertou o secretário, a imunização dos profissionais de saúde, que está aberta há meses, ainda não atingiu o meta de vacinados. Por isso, o governo decidiu aguardar até nesta terça-feira, às 29h59, para fazer o agendamento e cadastramento desses profissionais.

“Após esse período, essas vacinas serão remanejadas para possibilitar a redução da idade para pessoas sem comorbidade”, afirma Gustavo Rocha.

Queda

Dados apresentados pelo secretário mostram que entre março e maio deste ano, houve redução tanto no número de casos quanto de óbitos. A começar pelas pessoas de 80 anos ou mais, que tiveram queda de 37% em relação ao número de casos; o mesmo ocorreu com as pessoas de 70 a 79, com baixa de 35%; 60 a 69 anos, 42%; 50 a 59, 42%; 40 a 49, 47%; 30 a 39, 47%; 20 a 29, 44%; e abaixo de 20, 40%. No total, houve uma queda geral no número de casos de 44%.

Essa baixa também ocorreu em relação ao óbitos, que caíram 63% na faixa etária de 80 anos ou mais; 38%, para 50 a 59 anos; 28% para 30 e 39 anos; e 6% para pessoas com idade entre 20 e 29 anos.

Ponto facultativo

O secretário ressaltou ainda que o governo decidiu decretar ponto facultativo para esta sexta-feira, em razão do feriado de Corpus Christi, comemorado na quinta-feira (3/5).

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui