Brasil deve ter 1 milhão de contaminados por covid-19 até o final desta semana

O DF registrou 1.762 novos diagnósticos positivos para a covid-19 nesta quarta-feira (17)

Somente ontem 1.269 pessoas morreram no país; no DF, os casos continuam subindo e, nas últimas 24 horas, 15 pessoas morreram com a doença, no total já são 330 óbitos

Por Redação

O número de contaminados por covid-19 no Brasil deve atingir 1 milhão de pessoas nesta semana. A previsão é do Ministério da Saúde (MS) que em boletim divulgado nesta quarta-feira (17) constatou que o total de contaminados pela doença era de 955.377. O boletim mostra também que nas últimas 24 horas cerca de 1.269 pessoas morreram por covid-19, o que significou um aumento de 2,8%. Dos casos diagnosticados, 445.393 estão em observação e 463.474 se recuperam da doença.

“A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 4,9%. A mortalidade (falecimentos por 100.000 habitantes) foi de 22,1. Já incidência (casos confirmados por 100.000 habitantes) ficou em 454,6”, diz o MS.

Neste último boletim, o total de mortes por covid-19 no país era 46.510, e há ainda 4.033 mortes sob investigação.O Estado que mais apresenta número de mortes e de infectados é São Paulo (11.521 e 191.517 respectivamente), seguido de Rio de Janeiro (8.138 e 86.963) e Pará (4.350 e 74.192).

O Distrito Federal não aparece entre os Estados com maior índices, apesar de os casos estarem crescendo na capital. No ranking do MS, o DF aparece em 11º lugar, acima apenas de Alagoas, Minas Gerais e Amapá.

Covid-19: Brasil tem 46,5 mil mortes e 955,3 mil casos confirmados

Ontem no DF foram registrados 1.762 novos casos de covid-19, segundo levantamento da Secretaria de Saúde. Ao todo, 27.140 pessoas foram contaminadas com a doença até o momento. Nas últimas 24 horas, 15 pessoas morreram, o que totaliza 330 mortes. Ainda nesta quarta-feira houve duas mortes nos hospitais do DF, mas são vítimas que residiam em cidades goianas, como Padre Bernardo e Valparaíso de Goiás.

Ajuda às empresas

Foi aprovado nesta quarta-feira (17) na Câmara Legislativa do DF (CLDF) o projeto de lei (PL) que cria o Programa Emergencial de Crédito Empresarial do Distrito Federal (Procred-DF) que deverá socorrer as empresas durante o período de pandemia de covid-19. O projeto propõem linha de crédito especial, com taxas de juros mais baixas, para micro e pequenas empresas, microempresários individuais, além de empresas de qualquer porte dos ramos de cultura, turismo e educação.

Foram aprovadas ainda as emendas que possibilitam que o crédito seja destinado também a empresas de qualquer porte dos setores de bar e restaurante; academias de ginástica e de luta; estética beleza e cuidados pessoais, e promoção de eventos sociais.

O PL precisa agora ser aprovado em segundo turno cuja votação está marcada para está quinta-feira (18).

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui