Após ser diagnosticado com covid-19, vice-governador do DF é internado em hospital particular

Paco Britto passou a noite internado em um hospital particular da Asa Sul

Paco Britto deu entrada no centro médico na noite deste domingo (14) após sentir dores de cabeça; a notícia foi dada em note oficial pelo governador Ibaneis Rocha

Por Cláudio Ulhoa

O vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto, passou a noite internado em um hospital particular na Asa Sul depois de ter sido diagnosticado com covid-19. A informação foi feita pelo próprio governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB) que em nota oficial deu a informação sobre Britto. “O vice-governador apresenta apenas dor de cabeça e receberá os primeiros tratamentos imediatamente”, diz a nota.

De acordo com a imprensa local, Britto trabalho durante a semana normalmente. No domingo passado chegou a participar de ação educativa sobre medidas de segurança contra a covid-19 junto a motoboys, na Asa Sul, e na quinta (11), participou da missa de Corpus Christi na Catedral Metropolitana de Brasília.

Britto não é a primeira autoridade pública a ter a confirmação da doença, os governadores do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSL), e do Pará, Helder Barbalho (MDB), também já foram diagnosticados com covid-19.

No DF, o aumento dos casos fez com que o governo fechasse o comércio por alguns dias em regiões administrativas cujo o índice de contaminação é alto. Porém, para esta semana, está previsto, para quarta-feira (17), a reabertura das feiras permanentes, como a Feira dos Importados.

Desde o dia 7 de março, Secretaria de Saúde do DF registrou 21.959 infectados, sendo que mais da metade (55%) foram diagnosticados apenas em junho

Para a Secretaria de Saúde, a curva de contaminados e mortes por covid-19 no DF está em fase de crescimento. Com o isolamento social e o fechamento dos comércios e proibição de eventos públicos, o aumento de casos que antes era esperado para abril conseguiu ser contido e agora começa a se manifestar, conforme já era previsto pelo GDF. O governo acredita que o pico da doença deva acontecer no mês de julho.

Atualizações

Ontem (15) completou 100 dias desde que foi diagnosticado o primeiro caso de covid-19 no DF. O último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde divulgado ontem mostrava que na capital federal há 21.959 infectados, sendo que 55% deste total foi registrado apenas este mês.

A pasta informa ainda que a ocupação dos leitos de UTI está em 60%. No total, DF tem 587 leitos de UTI, na rede pública e privada, disponíveis ao tratamento da doença.

O DF soma 293 mortes por Covid-19. Destas, 41% foram registradas apenas nas primeiras duas semanas de junho.

10 regiões com mais casos de coronavírus até ontem (14)

  • Ceilândia (inclui Sol Nascente): 2.731
  • Plano Piloto: 1.729
  • Taguatinga: 1.499
  • Samambaia: 1.298
  • Gama: 1.069
  • Águas Claras (inclui Arniqueiras): 852
  • Guará: 821
  • Planaltina: 765

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui