Alerta para possível golpe do agendamento falso para vacinação contra covid-19

GDF alerta para o golpe do falso agendamento para vacinação

Secretaria de Saúde do DF lembra que ainda não é momento da população buscar os postos de saúde em busca de vacinação; a suspeita dos crimes foi feita pela Secretaria de Saúde do DF e pelo Ministério da Saúde

Por Cláudio Ulhoa

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) e o Ministério da Saúde (MS) identificaram um possível golpe através do agendamento da vacinação contra a covid-19. Segundo os órgãos, pessoas estariam oferecendo falso agendamento para aplicação do imunizante. Os suspeitos enviam SMS através de um código ou link de confirmação para o celular da vítima pedindo par que a ela informe os números enviados ou clique em um link. Caso isso acontece, os golpistas passam a ter acesso ao aplicativo de mensagens da vítima e consegue acessar dados sigilosos.

“Quem estiver na lista de prioridade, deve apenas procurar uma unidade de saúde portando documento de identificação com foto e número do CPF, pois o cadastramento será feito in loco”, explica o secretário-adjunto de Assistência à Saúde substituto, Alexandre Garcia.

Na nova fraude, criminosos usam como isca a vacina contra a Covid-19; Secretaria de Saúde avisa que não é necessário um agendamento prévio

No momento, com pouco mais de 106 mil doses da vacina, o DF só está vacinando profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à pandemia, idosos e pessoas com deficiência que vivem em instituições de acolhimento, como asilos, e indígenas.

Nesta quarta-feira (20), o Ministério da Saúde falou sobre o golpe e alertou sobre o assunto afirmando que “[MS] não telefona para marcar vacinação contra Covid-19 nem pede confirmação de códigos enviados por SMS”.

No DF, já foram vacinadas mais de 2 mil pessoas. O intuito da SES-DF é vacinar, num primeiro momento, até 600 mil pessoas, mas, antes, conta com o envio de mais vacina por parte do MS. A pasta tem feito também o alerta para que a população não procure os postos de vacinação em busca de vacinas contra a covid-19.

Esse tipo de crime tem aumentado no DF, segundo a SES-DF, que informa que, no primeiro semestre de 2020, o número desse tipo de ocorrências de estelionato virtual no DF aumentou 347% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Em casos de ser vítima de golpes, denuncie através dos canais de comunicação da Polícia Civil do DF: 197 ou 3207-4892; ou pelo WhatsApp: (61) 98626-1197.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui