Início Esporte Ganso é advertido pelo STJD por bate-boca com Oswaldo

Ganso é advertido pelo STJD por bate-boca com Oswaldo

247
0

Por ser réu primário, o meia do time carioca está liberado para encarar o Athletico-PR na próxima quinta-feira

Paulo Henrique Ganso e Oswaldo de Oliveira foram advertidos, nesta segunda-feira, pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pelo bate-boca ocorrido na partida do Fluminense contra o Santos, em 26 de setembro, válida pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Por ser réu primário, o meia do time carioca está liberado para encarar o Athletico-PR na próxima quinta-feira, às 21 horas, no Maracanã.

Já o treinador, que perdeu o emprego após a confusão, foi punido com dois jogos de suspensão pelo gesto obsceno feito em direção a torcedores na saída do gramado. Apesar de não ser mais funcionário do clube, Oswaldo foi defendido por advogados do Fluminense no julgamento.

Os zagueiros Digão e Frazan, também do Fluminense, expulsos na partida, foram julgados pela 1.ª Comissão Disciplinar do Tribunal e foram punidos com um jogo de suspensão, já cumprido automaticamente contra o Grêmio. Marinho, atacante do Santos, outro que recebeu cartão vermelho na partida, foi absolvido.

O Fluminense soma cinco partidas de invencibilidade, com três vitórias (Bahia, Botafogo e Grêmio) e dois empates (Cruzeiro e Santos) no campeonato Brasileiro. Com isso, o clube tricolor se afastou da zona de rebaixamento, com 29 pontos, em 14.º lugar. Notícias ao Minuto